Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Muricy ignora placar e erro de Denis e valoriza análise para 2014

Rio de Janeiro (SP)

O revés de virada para o Fluminense, neste domingo, não incomodou Muricy Ramalho. Livre do risco de rebaixamento, o treinador viajou ao Rio de Janeiro mais preocupado em analisar jogadores que não vinham atuando e saiu satisfeito do Maracanã por ter cumprido esse objetivo.

"Vi algumas coisas interessantes, outras (negativas) como um pouco de falta de ritmo de jogo... Eu precisava pôr para jogar o Toloi, o Edson Silva, o Welliton. No geral, foi bom para a gente observar o que podemos fazer para o ano que vem", disse o comandante são-paulino.

Um dos atletas observados por Muricy foi Denis. O reserva de Rogério Ceni, no entanto, acabou falhando no gol de empate do time carioca ao espalmar mal um chute - a bola saiu para o lado, acertou a trave direita e sobrou para Jean cabecear para a rede. Mesmo assim, o goleiro foi perdoado.

Rubens Chiri/www.saopaulofc.net
Reserva de Rogério Ceni, Denis soltou uma bola defensável no lance do primeiro gol do Fluminense
"Tenho um pouco de experiência no futebol para saber que, nessa posição, é preciso de ritmo de jogo. É complicadíssimo não jogar e só treinar", minimizou. "Ele precisava de ritmo de jogo, porque daqui a pouco poderia ser chamado. Mas não posso tirar opinião de um jogo sobre ele".

Denis e companhia, agora, voltam à condição de reserva novamente. Na quarta-feira, diante da Ponte Preta (pela primeira semifinal da Copa Sul-americana, no Morumbi), Muricy escalará novamente força máxima, com os jogadores que ficaram na capital paulista.

O próximo compromisso no Campeonato Brasileiro será apenas daqui a uma semana, contra o Botafogo, também em casa. Ocasião em que os reservas deverão ser mais uma vez testados, uma vez que a situação na competição nacional é bastante confortável, com 49 pontos ganhos.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade