Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Muricy posiciona time longe das câmeras, mas repete escalação

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rodrigo Caio, Antônio Carlos e Reinaldo; Denilson, Maicon, Douglas e Ganso; Aloísio e Ademilson. Esse foi o time que Muricy Ramalho posicionou em campo, na tarde desta terça-feira, para a partida decisiva do São Paulo contra a Ponte Preta.

O treinador só liberou o acesso da imprensa quando o elenco já se preparava para partidas de futevôlei, em outro campo, mas confirmou posteriormente que não fará nenhuma mudança em relação à escalação que empatou com o Botafogo, no domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

"É por aí, se não acontecer nada até amanha, principalmente com Maicon, que sentiu aquela dor...", disse, referindo-se ao incômodo muscular que o meia acusou na coxa direita, motivo pelo qual deixou a partida passada no intervalo.

A tarde desta terça-feira foi o único momento que Muricy teve para orientar sua equipe, já que, no dia anterior, os titulares fizeram apenas trabalho regenerativo, no Reffis. Mas as duas horas de trabalho foram suficientes.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Treinador colocará em campo o mesmo time que empatou com o Botafogo no sábado
"O time já está há algum tempo jogando junto, então não tem que estar fazendo muita coisa, não. Só alguns detalhes. Era só recuperar a parte física, que é importante, porque a gente jogou no domingo. Os exames mostraram que estão totalmente recuperados. Quando você não mexe muito no time, no esquema, é só posicionar e pôr para jogar", comentou.

O duelo com a Ponte está marcado para 21h50 (de Brasília) desta quarta-feira, em Mogi Mirim - não será em Campinas porque o Estádio Moisés Lucarelli foi vetado pela Conmebol pelo fato de não atender à capacidade mínima de 20 mil espectadores.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade