Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Na estreia de Adilson, Vasco quer vencer o Coxa para afastar a crise

Rio de Janeiro (RJ)

Pressionado pela permanência na zona de rebaixamento, em 18º lugar, com 33 pontos, o Vasco tenta começar a reagir a partir deste sábado, quando recebe o Coritiba no Estádio Cláudio Moacyr, em Macaé (RJ), pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para sair da crise, o Cruz-Maltino aposta na estreia do técnico Adilson Batista, que substitui Dorival Júnior, demitido após a derrota de 2 a 1 para a Ponte Preta. Ganhar é fundamental para não deixar o Coxa, que soma 40 pontos, distanciar-se ainda mais do risco de queda. O problema é que os paranaenses estão embalados pela goleada de 4 a 0 aplicada no Grêmio, no último fim de semana.

Adilson Batista passou os primeiros dias de seu trabalho tentando convencer os seus jogadores de que é possível sair desta realidade. Conhecido como motivador, o treinador é tratado pela diretoria como a solução, e por isso a partida deste sábado é tratada como a mais importante do ano. “Eu acredito no Vasco, senão não teria aceitado o convite e não estaria no clube. Nós temos plenas condições de conquistar uma vitória, respeitando o Coritiba, que vem em uma crescente na competição. Mostrei aos jogadores que é fundamental pensarmos jogo a jogo, e que confio neles”, disse.

Os jogadores do Vasco parecem ter ganhado um novo ânimo com a chegada do novo comandante. Na visão do volante Pedro Ken, Adilson mostrou aos jogadores a importância de colocar o coração em campo. “No momento por que estamos passando, temos que ganhar, e, para isso, mais do que os aspectos técnicos e táticos, temos que colocar o coração em campo. O Adilson chegou disposto a cobrar bastante da gente, mas faz isso porque acredita no nosso trabalho. Ele é um fato novo, e no futebol isso pode acabar ajudando”, analisou o jogador.

Divulgação/Coritiba F.C.
Dois dos mais experientes jogadores do Campeonato Brasileiro, Alex e Juninho estarão em campo neste sábado
Adilson não confirmou a escalação que pretende mandar a campo. Mas pelos treinos da semana ele vai usar o lateral direito Fagner e uma dupla de volantes: Abuda e Pedro Ken. Isso porque ele não poderá contar com o lateral Nei e nem com o volante Sandro Silva, suspensos. Fillipe Soutto, que sofreu lesão na coxa direita, está vetado pelo departamento médico. Como o meia Juninho Pernambucano está livre de suspensão, vai compor o setor com Francismar. No ataque, o jovem Thalles deverá ser barrado para que Edmilson forme o setor com Marlone.

Pelo lado do Coritiba, o técnico Péricles Chamusca tem planos ousados para este jogo e busca uma vitória. O treinador entende que sua equipe conseguiu abrir uma certa distância da zona de rebaixamento, e por isso pode ser ousada na luta para afastar de vez o risco de queda para a Série B. “Nós temos que ir para este jogo em busca de uma vitória, mesmo sabendo que vai ser complicado. Podemos ser ousados, pois um resultado positivo vai nos dar grande tranquilidade”, afirmou.

Divulgação/Coritiba F.C.
A escalação alviverde será a mesma que goleou o Grêmio no último final de semana, e bateu o líder Cruzeiro duas rodadas atrás, numa clara aposta em dois fatores: entrosamento e rendimento físico, revigorado após dois meios de semana sem jogos para os titulares. Entre os convocados, a novidade é o meia Lincoln, que volta de suspensão automática. Já o atacante Deivid, recuperado de lesão, mais uma vez será opção no banco.

No primeiro turno do Campeonato Brasileiro, as duas equipes se enfrentaram no Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR), e o Vasco ganhou por 1 a 0, graças a um gol marcado por Pedro Ken. Desta vez as equipes jogarão em Macaé, e não no Rio de Janeiro, porque o Cruz-Maltino foi punido com a perda de mando de campo pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), por conta do mau comportamento de seus torcedores no empate por 1 a 1 diante do Corinthians, em Brasília (DF).

FICHA TÉCNICA
VASCO X CORITIBA

Local: Estádio Cláudio Moacyr, em Macaé (RJ)
Data: 2 de novembro de 2013 (Sábado)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Márcio Chagas da Silva (RS)
Assistentes: Cleriston Rios (SE) e Fabiano Ramires (ES)

VASCO: Diogo Silva, Fagner, Jomar, Cris e Yotún; Abuda, Pedro Ken, Juninho Pernambucano e Francismar; Marlone e Edmilson
Técnico: Adilson Batista

CORITIBA: Vanderlei; Gil, Leandro Almeida, Luccas Claro e Carlinhos; Júnior Urso, Willian, Robinho e Alex; Geraldo e Julio César
Técnico: Péricles Chamusca

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade