Futebol - ( - Atualizado )

Na torcida contra Fla, Tite diz ter problema para secar ex-aliados

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Por mais que a tabela do Campeonato Brasileiro indique o contrário, os jogadores do Corinthians e o técnico Tite alimentam a esperança de classificação à Copa Libertadores. E o objetivo se tornará menos delirante caso o Atlético-PR, vice-líder do Campeonato Brasileiro, derrote o Flamengo na final da Copa do Brasil.

Se o Atlético se mantiver entre os quatro primeiros no Nacional e ganhar a final, a faixa de classificação à Libertadores passará de quatro para cinco times – desde que nenhum brasileiro conquiste a Copa Sul-americana. Tite, portanto, quer a derrota do Flamengo, mas diz ter dificuldade para torcer contra a equipe da Gávea.

“Claro, seria melhor para mim, mas eu prefiro me concentrar em fazer o meu trabalho. Palavra de honra, não consigo ver um jogo que tem Elias, Chicão, Wallace, caras que estiveram do meu lado. Eu desligo a televisão e vou fazer outra coisa. Ganho mais. Eu me sinto mais gente”, afirmou o gaúcho.

Divulgação/Agência Corinthians
Tite precisa secar o Fla na Copa do Brasil e os brasileiros vivos na Sul-americana (foto: Daniel Augusto Jr.)
Elias era peça-chave do Corinthians no retorno de Tite, no final de 2010, e trabalhou com ele por dois meses antes de ir à Europa. O técnico atribuiu à dificuldade de acerto após a saída dele o fracasso diante do Tolima na fase prévia da Libertadores do ano seguinte.

Já Chicão e Wallace estiveram nas principais conquistas do time alvinegro nos últimos anos. Wallace sempre foi reserva, mas entrou em campo nos jogos que valeram os títulos do Brasileiro, da Libertadores e do Mundial. Chicão em boa parte dessas conquistas antes de perder nesta temporada a posição para Gil e sair chateado.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade