Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Neymar concorre ao Prêmio Puskás da Fifa pela quarta vez seguida

Zurique (Suíça)

Neymar voltará a concorrer ao prêmio de gol mais bonito do ano. Na manhã desta segunda-feira, a Fifa anunciou os dez candidatos – o italiano Antonio Di Natale, da Udinese, e o sueco Zlatan Ibrahimovic, do PSG, também estão entre eles. O resultado final só será divulgado dia 13 de janeiro de 2014.

O tento do brasileiro foi o contra o Japão, na Copa das Confederações. O atacante pegou de primeira de fora da área e abriu o placar do Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, onde a Seleção venceu por 3 a 0 e estreou com o pé direito na competição.

A relação dos concorrentes foi elaborada pela Fifa e por uma comissão especializada da renomada revista francesa France Football, que também participa da organização da Bola de Ouro. A partir desta segunda, torcedores poderão votar através do site oficial da entidade máxima do futebol mundial.

AFP
Gol marcado contra o Japão, na Copa das Confederações, poderá dar segundo prêmio Puskás a Neymar (foto: VANDERLEI ALMEIDA)
Esta é a quarta vez consecutiva que Neymar concorre ao Prêmio Ferenc Puskás. Em 2011, o camisa 11, ainda atuando pelo Santos, venceu, por conta de um golaço marcado diante do Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro. Um ano depois, o eslovaco Miroslav Stoch desbancou o brasileiro e levou o prêmio.

Dia 9 de dezembro, a relação de candidatos será estreitada para três nomes, que irão ao Kongresshaus, em Zurique (Suíça), dia 13 de janeiro, e acompanharão a cerimônia da Fifa, em que as Bolas de Ouro a atletas e os prêmios de melhores técnicos e técnicas serão entregues.

Náutico na lista: o meia uruguaio Juan Manuel Olivera, ex-Náutico, também concorrerá ao prêmio de gol mais bonito da temporada. Dia 28 de agosto, ele marcou um golaço sobre o rival Sport, pelo jogo de volta da Copa Sul-americana.

Concorrentes:

Peter Ankersen (Dinamarca)
Lisa De Vanna (Austrália)
Antonio Di Natale (Itália)
Zlatan Ibrahimovic (Suécia)
Panagiotis Kone (Grécia)
Daniel Ludueña (Argentina)
Nemanja Matic (Sérvia)
Louisa Nécib (França)
Neymar (Brasil)
Juan Manuel Olivera (Uruguai)

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade