Futebol/Copa do Mundo sub-17 - ( )

Nigéria faz 3 a 0 no México, conquista título e supera o Brasil

Abu Dhabi (Emirados Árabes)

O Brasil iniciou o Mundial Sub-17 com goleadas e se credenciou rapidamente a virar o maior vencedor da história da competição. Mas o sonho brasileiro parou no México e, no fim das contas, virou um pesadelo, já que a Nigéria ficou com a hegemonia ao faturar o título nesta sexta-feira com uma vitória por 3 a 0 diante do algoz canarinho.  



Agora, os africanos contabilizam quatro conquistas na competição contra três do Brasil. No jogo desta sexta, os gols da vitória nigeriana no Mohammed Bin Zayed Stadium, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, foram de gols de Aguirre (contra), Iheanacho e Muhammed.


A seleção africana sempre tomou a dianteira das ações ofensivas da partida. Aos nove minutos da primeira etapa, Aguirre fez contra, após erro geral da defesa mexicana. Aos 11 minutos da segunda etapa, Iheanacho testou o goleiro Gudiño, que aceitou o chute, em uma falha incrível: 2 a 0 da Nigéria.

Já no final da partida, aos 36 do segundo tempo, Muhammed chutou de longe e mandou no ângulo superior direito do México, um golaço para selar o título dos nigerianos. Na primeira fase do torneio, pelo Grupo F, Nigéria e México já tinham se enfrentando, com goleada dos africanos por 6 a 1.

O título de 2013 se junta aos outros três da Nigéria, conquistados em 1985, 1993 e 2007. O próximo Mundial da categoria será disputado em 2015, no Chile.

AFP
A Nigéria não deu chances para os mexicanos e tornou-se tetracampeã da Copa do Mundo sub-17



Decisão do terceiro lugar - Na preliminar da final, Suécia e Argentina disputaram o pódio da Copa do Mundo sub-17. Melhor para os nórdicos, que golearam os hermanos por 4 a 1. Valmir Berisha fez três, tornando-se o artilheiro do campeonato, e Strandberg completou a goleada da seleção europeia. O gol de honra dos argentinos foi marcado por Compagnucci. Os suecos fizeram sua melhor campanha na história da competição.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade