Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

No Paraná, Verdão tenta afastar zona de conforto para buscar título

William Correia São Paulo (SP)

Nem todos os torcedores do Palmeiras fizeram festa com a antecipação do acesso à primeira divisão no último fim de semana. E o elenco, embora não tenha gostado de ter ouvido até vaias após atingir o objetivo, também não poderá celebrar. A partir das 16h20 (de Brasília) deste sábado, contra o Paraná, em Curitiba, o time tenta mostrar empenho para confirmar o título da Série B do Brasileiro nas seis rodadas que restam.

Líder com 69 pontos, nove acima da segunda colocada Chapecoense, o Verdão promete esforço para garantir logo a taça, última meta a ser alcançada no ano. “O campeonato continua. Não posso achar que estamos em uma zona de conforto, isso não condiz com o Palmeiras. Vamos manter a nossa postura”, assegurou Gilson Kleina.

Para ser campeão já em 12 de novembro, quando visita o Paysandu em Belém, basta ao Palmeiras vencer Paraná, Joinville e o clube paraense. Assim, não é necessário nem contar com tropeços dos adversários para conquistar o título da segunda divisão com três rodadas de antecedência.

Como uma prova da valorização dos jogos que restam, o técnico até optou por uma formação mais defensiva. Abriu mão de Juninho na lateral esquerda para escalar o volante Marcelo Oliveira e desistiu do 4-3-3, sacando o atacante Vinicius para que o volante Eguren entre e dê mais liberdade a Márcio Araújo e Wesley. No ataque, Leandro volta de suspensão no lugar de Ananias.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Kleina exige comprometimento de seus comandados, que estão a nove pontos da confirmação do título
“Quero uma equipe forte para atingir o objetivo do título. Sabemos da nossa responsabilidade. Enfrentaremos um Paraná que quer entrar no G-4, uma equipe aguerrida, difícil”, ressaltou o treinador, que não poderá contar com o volante Charles (amigdalite), o zagueiro Vilson (tendinite no joelho esquerdo) e o meia Mendieta (operou o joelho esquerdo).

Com uma campanha ruim na segunda metade da Série B, o Paraná Clube, que chegou a ter certa tranquilidade no G-4, queimou toda a ‘gordura’ acumulada e, com dois resultados ruins nas últimas rodadas, viu diminuir sua chance de reação, além de ter recuperado outros times na luta pelo acesso. Por isso, o jogo é chave e pode representar o início de uma arrancada em caso de sucesso.

Sem espaço para errar e com uma mínima margem de pontos que pode perder até o final da competição para manter o sonho vivo, a palavra de ordem no Tricolor é atenção. O time sabe que precisa entrar ligado, evitar gols no início da partida, que sempre dificultam a reação, e, principalmente, conseguir transformar em gols as inúmeras chances criadas.

Para a partida, o técnico Dado Cavalcanti não poderá contar com Reinaldo e Luisinho no ataque. Assim, Léo e JJ Morales, que chegou a preocupar com um desconforto muscular durante a semana, devem compor o setor. Na defesa, Edimar será reavaliado, mas pode perder espaço para a volta de Anderson. Esse também é o caso de Moacir, peça importante do meio-campo, mas que se recupera de um edema ósseo.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
PARANÁ X PALMEIRAS

Local: estádio Durival Britto, em Curitiba (PR)
Data: 2 de novembro de 2013, sábado
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (Fifa-AL)
Assistentes: Luiz Carlos Silva Teixeira e Adson Marcio Lopes Leal (ambos da BA)

PARANÁ: Luis Carlos; Roniery, Edimar (Anderson), Brinner e Tiago Silva; Ricardo Conceição, Edson Sitta, Lucio Flavio e Kayke; JJ Morales e Léo (Paulinho Oliveira)
Técnico: Dado Cavalcanti

PALMEIRAS: Fernando Prass; Luis Felipe, André Luiz, Henrique e Marcelo Oliveira; Eguren, Márcio Araújo, Wesley e Valdivia; Leandro e Alan Kardec
Técnico: Gilson Kleina

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade