Futebol/Brasileiro Série B - ( )

Palmeiras já avisa: comemorará título mesmo se a torcida discordar

William Correia São Paulo (SP)

As vaias recebidas na confirmação do acesso à primeira divisão, após o 0 a 0 com o São Caetano no Pacaembu, deixaram os jogadores irritados a ponto de pouca festa ser feita em campo. Nesta terça-feira, contudo, será diferente: o elenco já avisou que comemorará de qualquer forma caso o título da Série B seja confirmado na partida contra o Paysandu, em Belém.

“Com certeza, se não comemorarmos em campo porque o resultado não foi bom, dentro do vestiário vamos nos abraçar e comemorar bastante”, avisou Juninho.

A expectativa, contudo, é de festa também nas arquibancadas do Mangueirão: palmeirenses do Pará, que não veem um jogo do time há mais de três anos, preparam uma grande celebração para o segundo título do clube na Série B. E a conquista é bem provável mesmo antes de a equipe entrar em campo para o jogo das 21h50 (de Brasília), já que basta a Chapecoense não vencer o Paraná em partida às 19h30, em Curitiba.

Os jogadores só esperam que seja respeitado o esforço pela campanha na segunda divisão. “Escutamos muito que a Série B é obrigação, mas sabemos o tanto que ralamos aqui. Para o grupo, é um momento muito importante, batalhamos bastante para antecipar esse objetivo. Não está sendo fácil essa Série B”, indicou Juninho.

“O torcedor, por ser Série B, não comemorará tanto como se fosse na Série A, e a diferença é muito grande mesmo. Mas é mais um campeonato, mais um título. Independentemente do campeonato que o Palmeiras disputa, é clube grande e tem que ficar em primeiro”, argumentou o lateral esquerdo.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Juninho já antecipou que haverá troca de abraços, mesmo que só nos vestiários, quando o título se confirmar

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade