Futebol/Brasileiro Série B - ( )

Palmeiras pode ser campeão na Arena Verde, estádio para 12 mil no PA

São Paulo (SP)

Por conta de protestos violentos de sua torcida, o Paysandu perdeu seis mandos de campo por decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). A diretoria do clube paraense ainda tenta recorrer, mas dificilmente terá condições de receber no Mangueirão o Palmeiras, que pode comemorar o título da Série B em um estádio chamado Arena do Município Verde na terça-feira.

A Arena Verde foi o local escolhido pelo Paysandu para cumprir dois jogos de punição nesta Série B, empatando com o ASA por 1 a 1 em sua estreia e repetindo o placar diante do América-RN, na terceira rodada. Os dois confrontos registraram cerca de mil pagantes, tendência que não deve significar um caldeirão para o Verdão.

O estádio é localizado na cidade de Paragominas, no sudeste do Pará, a 300 km da capital Belém. Tem capacidade para cerca de 12 mil pessoas e foi inaugurado em janeiro de 2012 com vitória por 1 a 0 do Paysandu contra um selecionado local. Antes da Série B deste ano, o Papão atuou no local para vencer o Nacional-AM por 3 a 2 em outro amistoso, disputado em maio do ano passado.

A Arena Verde é pouco mais velha quanto o clube que a usa como casa: o Paragominas. A equipe foi fundada em março de 2012 e, já no primeiro ano de vida, foi campeão da segunda divisão estadual. Nesta temporada, surpreendeu ao conquistar o primeiro turno na primeira divisão paraense e disputar a Série D do Brasileiro deste ano - parou na primeira fase porque perdeu seis pontos como punição pela escalação irregular de um jogador.

Divulgação
Estádio em Paragominas, a 300 km de Belém, foi a alternativa do Paysandu para cumprir punição nesta Série B
A diretoria jurídica do Paysandu ainda acredita que poderá manter o planejamento de receber o Palmeiras no Mangueirão, como ainda está previsto na tabela do site da CBF. Além de tentar recorrer da decisão do STJD, o clube alega que não foi informado sobre a data em que será aplicada a decisão.

Independentemente de onde entrar em campo, o Palmeiras pode até já entrar em campo diante do Paysandu como campeão, na terça-feira. Para isso, é necessário vencer o Joinville no sábado, no Pacaembu, e torcer para que a Chapecoense não derrote o Paraná na terça-feira, às 19h30 (de Brasília), em Curitiba, duas horas e 20 minutos antes do apito inicial da partida do Verdão.

A probabilidade de festa alviverde no Pará também tem outras possibilidades. Se empatar com o Joinville, bastará vencer o Paysandu para ser campeão na terça-feira sem depender da Chapecoense. Em caso de derrota no sábado, o Palmeiras precisará torcer por tropeço dos catarinenses e não perder do Papão.

Festejar a conquista de uma Série B em um estádio acanhado não seria novidade para o Verdão. Em 2003, na sua primeira passagem pela segunda divisão nacional, o time comemorou o acesso e o título antecipado em estádio conhecido como Gigante do Agreste, mas com capacidade para 7 mil pessoas em Garanhuns, no interior pernambucano (venceu o Sport por 2 a 1 no quadrangular final do torneio).

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade