Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Para Blatter, decisão para sede da Copa de 2022 teve influência política

Zurique (Suíça)

A decisão do Catar como sede para a Copa do Mundo de 2022 vem gerando muitas polêmicas. O presidente da Fifa, Joseph Blatter, sinalizou a influência política de países europeus como França e Alemanha. A autoridade ainda falou sobre uma pressão na escolha do país árabe por causa de interesses econômicos.

“Acho que os chefes de Estado destes dois países (França e Alemanha) também devem expressar o que pensam desta situação. É fácil dizer que todas as responsabilidades recaem sobre a Fifa. Não nós somos parte desta responsabilidade”, afirmou Blatter em conferência de imprensa realizada em Roma.

No início de setembro, Blatter admitiu um erro da Fifa quanto à escolha do Mundial ser no verão do Catar. Os meses previstos para a disputa da Copa de 2022 poderão ter temperaturas em até 50 ºC. Para isso, a autoridade máxima do futebol pediu para que a competição seja compreendida entre o inverno, mesmo sabendo da possiblidade de climatização nos estádios.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade