Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Para Serginho, missão cumprida faz palmeirenses esquecerem indefinição

Bruno Grossi, especial para a GE.net São Paulo (SP)

São 13 jogadores, além do técnico Gilson Kleina, que aguardam a posição da diretoria do Palmeiras para saberem se permanecem no clube na próxima temporada. Apesar da indefinição, Serginho garante que o clima no elenco alviverde é de total tranquilidade devido à conquista da Série B do Campeonato Brasileiro e, consequentemente, do acesso à elite do futebol nacional.

“O clima é de tranquilidade. Tem que sorrir e brincar, não pode mais botar coisa na cabeça. Agora é se divertir, deixar o tempo passar e a diretoria resolver isso tudo. O pessoal está pensando mais em estar com a família, os filhos e amigos neste final de ano”, alegou o atacante, que terá mais cinco meses em 2014 para convencer os dirigentes de que pode permanecer.

Serginho chegou a falar que os companheiros estão todos com o “coração livre” e aliviados da pressão que marcou o início desta temporada. Depois de até brigar com a torcida no primeiro semestre após derrota para o Tigre pela Copa Libertadores da América, o grupo faturou a segunda divisão e mesmo assim viu festa apenas discreta de boa parte dos torcedores no Pacaembu.

Pela desconfiança ainda presente da torcida e em busca de vaga no clube para o ano do centenário, o elenco promete foco nas duas últimas rodadas da Série B. De acordo com Serginho, somente após vencer Ceará e Chapecoense é que os jogadores vão passar a se preocupar com a falta de contato dos dirigentes sobre a renovação dos contratos.

Djalma Vassão/Gazeta Press
José Carlos Brunoro e Paulo Nobre terão a palavra final para decidir sobre a permanência dos jogadores
“O pensamento do pessoal é de ficar e contribuir no ano que vem. Estamos tranquilos pelo objetivo alcançado. Vamos cumprir os dois jogos bem primeiro e aí pensar nisso. Eles estão só esperando o final do campeonato para a diretoria chamar para conversar. Não estamos pesando nisso, já fizemos o que tinha que fazer. Temos que ter tranquilidade para terminar de vez o ano bem. Não sabemos o que acontece por trás”, afirmou.

Os 13 jogadores que equivalem a cerca de 38% do elenco e terão os contratos encerrados em dezembro são: o goleiro Bruno, o lateral Fernandinho, os zagueiros Vilson e André Luiz, os volantes Márcio Araújo, Charles, Wendel, Léo Gago e Marcelo Oliveira, os meias Ronny e Rondinelly e os atacantes Leandro e Ananias.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade