Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

'Perseguido' por Barbara, Galliani pode deixar Milan após 27 anos

Milão (Itália)

Após maus resultados no início desta temporada europeia, a filha do presidente do Milan, Barbara Berlusconi – ex-namorada de Alexandre Pato –, sugeriu “mudança na filosofia” do clube. O principal alvo seria o diretor-executivo Adriano Galliani, que vem sendo criticado por imprensa e torcida.

Galliani está no San Siro desde 1986 e é considerado um dos maiores dirigentes rossoneros, mas as suas últimas contratações vêm sendo muito contestadas no País. De acordo com os jornais locais, Barbara Berlusconi e Galliani mantêm uma relação apenas profissional.

Mas é provável que a diretoria se reúna nos próximos dias para discutir mudanças em sua administração, já que o time faz a sua pior campanha no Campeonato Italiano desde a época 1981/1982, quando foi rebaixado para a segunda divisão nacional.

Acusado de fraude fiscal, abuso de poder, corrupção, difamação e de solicitação de menores para o sexo, Silvio Berlusconi, já com 77 anos de idade, poderia deixar o comando do Milan para a sua filha. Isto, certamente, não cairia bem nos olhos de Galliani, que poderia pedir demissão.

Barbara Berlusconi e Adriano Galliani foram vistos juntos no meio desta semana, durante a derrota da equipe de Milão para o Barcelona, pela Liga dos Campeões da Europa. Os dois ficaram sentados lado a lado, mas, mesmo assim, conversaram raramente.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade