Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Por respeito à torcida, Wendel não fala em título: "Queremos 1º lugar"

William Correia São Paulo (SP)

As vaias da torcida no Pacaembu lotado no jogo do acesso, em 26 de outubro, dão indícios de que dificilmente haverá no mesmo estádio no sábado caso o Palmeiras não perca do Boa e seja campeão da Série B do Brasileiro. Por isso, Wendel já nem usa mais o termo título e diz se motivar com a briga pela melhor campanha no torneio.

“Passando na rua, o torcedor fala que não quer esse título, que não vão reconhecer pela grande do Palmeiras. Então, não falo em título. Mas pelo primeiro lugar nós vamos lutar”, apontou o defensor, que sempre se mostrou bastante ligado ao que se ouve nas arquibancadas.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Volante acata sentimento da torcida e se recusa a falar em título da Série B
O camisa 13 entende a torcida. “Sabemos a grandeza do clube e respeitamos quando a torcida fala que não vai comemorar título da segunda divisão. Não era nem para o Palmeiras estar na segunda divisão”, apontou.

O jogador, contudo, é sincero ao prever comemoração interna entre os colegas. “Entre nós, estaremos muito felizes porque conseguiremos os nossos objetivos. Respeitamos o coração do torcedor, os seus sentimentos, mas teremos a alegria por termos feito um grande campeonato e grandes partidas.”

Wendel, como único que participou dos dois acessos do clube, ressalta a importância da primeira colocação, mesmo na segunda divisão. “Nem se fala da Série B de 2003 mais, mas foi importante ter acabado em primeiro lugar e vai ser agora também. O Palmeiras tem que estar em primeiro lugar sempre, não importa o campeonato”, indicou o atleta.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade