Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Presidente do Ceará confirma encontro, mas nega mala branca

Fortaleza (CE)

A Série B do Campeonato Brasileiro ganhou uma pitada de turbulência para a sua última rodada com a polêmica envolvendo uma possível mala branca do Ceará para o Bragantino atrapalhar o Figueirense na luta pelo acesso à elite. Presidente do time nordestino, Evandro Leitão foi veemente ao desmentir o incentivo ao clube do interior paulista.

A acusação partiu de Marcos Chedid, presidente do Bragantino. “Isso é mentira. Esse rapaz (mandatário da equipe paulista) não tem moral suficiente para acusar ninguém”, explicou Evandro Leitão, em entrevista ao Tribuna do Ceará.

Em contrapartida, o presidente do Ceará reconheceu uma conversa com Álvaro. “Eu estive com ele, sim, e também com o Magno Cruz, mas para saber como está a situação, cobrar postura”, emendou.

A polêmica ganhou corpo a partir do momento em que o Bragantino decidiu antecipar as férias de parte do elenco, já que não briga por nada na rodada derradeira da Série B. Os principais jogadores não irão participar do compromisso deste sábado. Um dos poupados, Álvaro insinuou que a sua equipe estaria favorecendo o rival catarinense.

A partir daí, Marcos Chedid acusou que o defensor estaria de olho em uma mala branca dos concorrentes do Figueirense. Além do Ceará, o Icasa também se interessa por um tropeço dos catarinenses para sonhar com a vaga na Série A em 2014.

Na classificação da Série B, todos os concorrentes ao acesso somam 59 pontos, porém o Figueirense, quarto colocado, está em vantagem contra o Icasa pelo saldo de gols e diante do Ceará em função do número de vitórias.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade