Futebol - ( - Atualizado )

Renato amplia coro por Tite, mas diz que saída não será surpresa

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Renato Augusto foi o porta-voz do Corinthians na quinta-feira e, na entrevista concedida no CT do Parque Ecológico, repetiu o que vem dizendo a maioria dos jogadores do Corinthians: torce pela permanência de Tite. Ele só não está certo de que isso vai acontecer.

“Olha, o contrato dele está acabando. É um treinador com o mercado muito aberto, não só no Brasil. Minha torcida é para que ele fique. Minha e dos atletas, de quem vive no clube. Mas, se não tiver a presença dele aqui no ano que vem, não vai ser surpresa”, afirmou.

O meia reforçou o coro de que os problemas enfrentados pela equipe no segundo semestre não podem ser colocados exclusivamente na conta do chefe. Desde que foram bastante cobrados pelo presidente Mário Gobbi, o elenco vem assumindo uma responsabilidade maior.

Divulgação/Agência Corinthians
As orientações de Tite não têm surtido o mesmo efeito nos últimos meses (foto: Daniel Augusto Jr.)
“Não é possível que o treinador que ganhou tudo tenha esquecido tudo em seis meses. Não é esse o problema. Os jogadores têm uma grande parcela de culpa. Cada jogador tem que ter a consciência de que tem a sua parcela. Espero que o Tite possa ficar, porque tem muito ainda a dar ao Corinthians”, comentou o camisa 8.

O respeito é mútuo. O treinador não se cansa de fazer elogios a Renato Augusto, lamentando apenas seus frequentes problemas físicos. Segundo ele, o jogador seria titular da equipe do Parque São Jorge e da Seleção Brasileira se conseguisse uma sequência maior de jogos.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade