Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Renato elogia Grêmio e mantém otimismo sobre vaga na Libertadores

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

A falta de sorte foi a razão apontada pelo técnico Renato Gaúcho para que o Grêmio não tenha obtido um melhor resultado no Mineirão neste domingo. Na derrota por 3 a 0 para o Cruzeiro, o Tricolor chegou a seis jogos sem balançar as redes. Apesar do dado chamativo, o treinador garante não perder o sono com isso.

“Não é normal ficar seis jogos sem marcar, mas por outro lado hoje tive esperança e tranquilidade, pois nós criamos, tivemos várias oportunidades, concluímos, mas o Fábio (goleiro do Cruzeiro) estava inspirado. Tivemos falta de sorte. O pior é se não estivéssemos criando, mas nas duas últimas partidas criamos 50 oportunidades e não fizemos. Espero que quarta-feira a sorte volte para o nosso lado”, avaliou Renato.

O treinador elogiou a atuação do time gaúcho, apesar da derrota: “o Grêmio jogou bem, criou oportunidades, mas infelizmente não era o nosso dia. O Cruzeiro já é o campeão brasileiro, enfrentamos uma grande equipe. Como eles nos venceram aqui, nós ganhamos deles lá em Porto Alegre. São duas grandes equipes, mas o Cruzeiro teve mais sorte nas conclusões e chegou à vitória.”

Renato se recusou a falar se renovará contrato para 2014, e diz só pensar na Libertadores. Segundo ele, a vaga segue próxima: “o Grêmio está no G-4 há 21 rodadas, não está de férias. Os times de trás estão chegando, mas é a obrigação deles. O Grêmio está em 3º e faltam só cinco jogos. Lógico que precisamos melhorar, mas a nossa gordura era grande. Quando a bola começar a entrar, vamos chegar à Libertadores”, projetou, otimista.

Mesmo com a derrota, o Grêmio manteve o 3º lugar, com 54 pontos. A distância para o vice-líder Atlético-PR, porém, subiu para quatro pontos, e até o 6º colocado, Vitória, já é de apenas três. O Tricolor não vence há sete jogos, contando a Copa do Brasil, e não faz gols desde o Gre-Nal do dia 20 de outubro. Quarta a equipe recebe o desesperado Vasco, na Arena.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade