Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Respeito a concorrentes do Ceará motiva Palmeiras em Campo Grande

William Correia São Paulo (SP)

Com acesso e título garantidos, o Palmeiras já não tem mais objetivos na Série B do Brasileiro, mas Gilson Kleina viajará para Campo Grande (MS) com o que tem de melhor. Segundo Fernando Prass, exatamente como os jogadores desejam. O goleiro falou com colegas e viu que todos pensam em enfrentar o Ceará no sábado com a intenção de não beneficiar um time que briga para ir à primeira divisão.

“Pela conversa que tive, ninguém quer ficar fora. Todos estão afim de jogar, até pela questão esportiva do campeonato. O time completo não garante vitória, mas vamos de consciência tranquila para fazermos o nosso melhor com o que temos de melhor”, comentou o atleta mais velho do elenco.

A duas rodadas do fim da competição, o Ceará só não está na zona que garante vaga na Série A por ter menos vitórias do que Sport e Icasa, respectivamente terceiro e quarto colocados. E o Verdão avisa que concorrentes não devem temer pelo empenho do campeão diante de um sério candidato a duas vagas que restam para subir.

“Vamos jogar contra quem briga pelo acesso e seria esportivamente negativo entrar com o time desfigurado. Alguns times dependem de nós. Seria muito ruim se tivéssemos um comportamento displicente, relaxado, desinteressado. Temos que manter a seriedade”, discursou Fernando Prass.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Já sem objetivos, campeão da Série B usa obrigação esportiva para evitar relaxamento no jogo de sábado
Campeão da Série B de 2009 com o Vasco, o goleiro sempre lembra que a equipe sofreu críticas por não ter convencido quando, com o título já assegurado, optar por usar reservas na rodada final. Por isso, avisa aos colegas que ninguém pensará que o Verdão entrará em campo sem metas tanto no sábado quanto no dia 30, fechando sua participação no torneio.

“Se você joga com a camisa do Palmeiras e não tem um rendimento bom, ninguém vai querer saber se estava valendo ou não. Aqui, você é cobrado e analisado todos os dias. Fizemos uma campanha muito boa e digna e temos que continuar como começamos. Até por isso o Kleina está cobrando muito de nós nos treinamentos”, afirmou o goleiro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade