Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Santos anuncia que não renovará o contrato de Fábio Costa

Santos (SP)

A diretoria do Santos anunciou, nesta terça-feira, que não renovará o contrato do goleiro Fábio Costa, válido até 31 dezembro deste ano. Prestes a completar 36 anos, o jogador não veste a camisa do Santos desde 2010, mas, no período em que ficou emprestado para Atlético-MG e São Caetano, teve a maior parte dos vencimentos (cerca de R$ 170 mil) paga pelo Peixe.

O último clube pelo qual Fábio Costa atuou foi o Azulão, onde fez apenas dois jogos e foi proibido de treinar em maio, ao ser acusado de injúria racial contra o lateral Samuel Santos. O contrato de empréstimo entre Santos e São Caetano, que também vence no fim deste ano, prevê que o time da Vila pague 90% dos salários do goleiro, enquanto os outros 10% são bancados pela equipe do ABC.

Com a atual diretoria, que assumiu o clube no início de 2010, Fábio Costa nunca teve uma boa relação, ao contrário do que acontecia na gestão de Marcelo Teixeira. Um possível relacionamento instável com os jovens jogadores daquele elenco, como Neymar e Ganso, foi apontado como fator decisivo para o afastamento do goleiro.

Fábio Costa cravou seu nome como um dos grandes ídolos da história do Santos ao fazer parte da conquista do título brasileiro em 2002, quando foi decisivo no segundo jogo da final, contra o Corinthians. Pelo Peixe, o goleiro ainda conquistou um bicampeonato paulista, em 2006 e 2007.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Segundo goleiro que mais vestiu a camisa do Santos na história, Fábio Costa fez o último de seus 345 jogos pelo Peixe em março de 2010, no amistoso contra o New York Red Bulls

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade