Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Santos confirma saída de Claudinei e já inicia busca de treinador para 2014

Santos (SP)

Claudinei Oliveira não será o treinador do Santos em 2014. Em entrevista coletiva realizada na manhã desta quarta-feira, na baixada santista, o presidente em exercício do Peixe, Odílio Rodrigues, confirmou que o contrato do treinador não será renovado e que ele não permanecerá no clube no ano que vem. O Santos, então, já procura oficialmente no mercado um novo comandante para a próxima temporada. 

“A essência dessa coletiva é que ontem tivemos uma conversa com o Claudinei (na Vila Belmiro) e fizemos uma avaliação desse tempo de trabalho dele. Ele tinha interesse em saber a sua situação e, após conversar bastante, entendemos que o Claudinei deve procurar novos caminhos ao término de seu contrato em dezembro. Em comum acordo, o Santos vai procurar um técnico”, declarou Odílio.

Claudinei Oliveira assumiu o Santos em junho deste ano, após a demissão de Muricy Ramalho. Ele era o treinador da equipe Sub-20 do Peixe e havia conquistado o Campeonato Paulista da categoria (2012) e a Copa São Paulo de Futebol Júnior (2013). Inicialmente, ele chegou ao time principal como interino, porém, com a falta de opções no mercado, foi efetivado e escolhido para iniciar a renovação do elenco, que acabava de perder Neymar para o Barcelona.

Divulgação/Santos FC
Claudinei Oliveira permaneceu na equipe principal do Santos por sete meses e admitiu que buscará um novo clube

Em seus quase sete meses no comando da equipe, promoveu inúmeros jovens ao time principal e, em 38 jogos, conquistou 14 vitórias, 12 empates e 12 derrotas. Atualmente, o time ocupa a metade da tabela do Campeonato Brasileiro, na 10ª colocação, e perdeu força na briga por uma classificação à Copa Libertadores da América. A principal mancha da passagem de Claudinei pelo Santos é a goleada sofrida por 8 a 0 para o Barcelona, em amistoso disputado no Camp Nou, no meio do ano, previsto no contrato da venda de Neymar.

“A avaliação do treinador foi muito boa, ele pegou um momento de transição, de mudanças e conquistou a confiança de jogadores renomados. Ele conseguiu tratar com equilíbrio o elenco, ter os jogadores do lado dele. E com tudo isso ele correspondeu às expectativas”, analisou Odílio Rodrigues.

Claudinei, por sua vez, agradeceu a cumplicidade do presidente e avaliou sua rápida passagem na equipe principal do Peixe. “Tive essa chance, o Santos me deu essa oportunidade, não consegui nossos objetivos como a Libertadores, mas não corremos riscos. Tive o prazer de conhecer o presidente, que foi sincero e honesto comigo. Todos deveriam ser assim. Pretendo tê-lo como meu amigo e sempre com muito respeito”, afirmou o treinador que ainda disse que iniciará a busca por um novo clube junto de seu empresário, Wagner Ribeiro.

Mesma prática terá o Santos, que oficializou já procurar nomes para o ano que vem. Ney Franco, atualmente no Vitória, e Paulo Autuori, desempregado, são os nomes mais cotados. Apesar disto, Odílio Rodrigues afirmou que ainda não negocia com ninguém, e que não há a possibilidade de o gerente de futebol, Zinho, assumir a função. “Em nenhum momento o Zinho vai ocupar o cargo de técnico, e pretendemos anunciar rapidamente o novo treinador. Mas há poucas chances de vir um medalhão, com altos salários, pois vamos trabalhar dentro das nossas possibilidades financeiras. Estamos em busca de um novo técnico, alguns foram oferecidos, mas na realidade não temos nada acertado com nenhum técnico. Seremos mais ativos nessa semana atrás de alguém”, decretou.

Divulgação/Santos FC
Em 38 jogos, Claudinei conquistou 14 vitórias, 12 empates e 12 derrotas e não teve chances de vaga à Libertadores

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade