Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Sem culpar desfalques, Mancini vê jogo contra Botafogo como decisão

Criciúma (SC)

A derrota para o Criciúma, na noite desta quarta-feira, não estava nos planos do técnico do Atlético-PR, Vágner Mancini, mas os desfalques ajudam a entendê-la. No entanto, o treinador não quis saber de desculpas, lamentou o revés no Heriberto Hülse e pediu reação no Campeonato Brasileiro.

“Não podemos usar isso como desculpa. Os jogadores que começaram jogando já jogaram várias coisas. Nesses sete meses, não repetimos a mesma escalação. Mas todos que fazem parte do elenco têm que entrar e dar conta do recado”, cobrou o comandante após a derrota por 2 a 1.

Divulgação/CAP
Mancini não culpou desfalques por derrota e pediu ajustes para "decisão" diante do Bota, no sábado
Também na final da Copa do Brasil, o time paranaense terá mais uma decisão pela frente: no sábado, às 19h30 (de Brasília), a equipe rubro-negra visitará o Botafogo, seu concorrente direto por uma vaga na Libertadores. A partida será no Maracanã, válida pela 35ª rodada.

“Temos um adversário direto. Temos que fazer os ajustes pra que a gente possa vencer e ficar mais perto da vaga na Libertadores; É uma final para nós. O Botafogo também precisa somar pontos, porque estão fora do G-4, então será uma decisão”, encerrou Mancini.

O Furacão é o vice-líder da Série A, com 58 tentos, mas não tem mais chances de título. Agora, a briga é pela confirmação da classificação para a Libertadores, que também poderá vir em caso de título sobre o Flamengo na final da Copa do Brasil.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade