Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Sem títulos em 2013, Arouca lamenta, mas descarta sair do Santos

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

Em troca com o São Paulo, envolvendo o volante Rodrigo Souto, Arouca chegou ao Santos, no começo de 2010. De lá para cá, o meio-campista ajudou o Peixe a conquistar seis títulos – três Campeonatos Paulistas (2010, 2011 e 2012), uma Copa do Brasil (2010), uma Copa Libertadores da América (2011) e uma Recopa Sul-americana (2012). Mas, em 2013, Arouca não conseguiu ajudar o time praiano a erguer nenhuma taça.

A situação incomoda o volante santista, que gostaria de ver a equipe alvinegra, vice-campeã do Paulistão, encerrando a temporada, ao menos, com uma vaga na próxima Libertadores. “Desde 2010, nós tínhamos uma média de dois títulos por ano. É difícil fechar 2013 sem nenhum título. É horrível, lamentável. Agora, vamos procurar terminar bem o Campeonato Brasileiro, tentando uma vaga na Copa Libertadores”, disse Arouca.

Com a situação do Santos complicada na briga por uma vaga no principal torneio de clubes das América, o jogador já começa a pensar em 2014. Arouca crê que a diretoria deve montar um planejamento forte, visando o ano que vem.

O volante, cujo contrato foi renovado neste ano até o fim de 2016, aproveitou ainda para ressaltar que a sua intenção é permanecer na Vila Belmiro na próxima temporada, rechaçando qualquer possibilidade de uma transferência para o futebol europeu.

“Sou grato ao Santos por tudo, pelas conquistas e por ter chegado à Seleção Brasileira, vestindo essa camisa. Eles (dirigentes do clube) demonstraram interesse pela permanência e isso foi fundamental para a minha renovação contratual. Por isso, no momento, não penso em jogar na Europa. Quero ficar e conquistar mais títulos pelo Santos”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade