Futebol/Brasileiro Série B - ( )

Silas admite que situação "ficou difícil", mas segue acreditando no acesso

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

Os resultados dos concorrentes até ajudam o América-MG na briga por um lugar no G4, mas o próprio Coelho não tem conseguido vencer os jogos, o que complica o sonho do acesso. O técnico Silas lamentou o empate contra o xará potiguar e admitiu que ficou complicado para os americanos voltarem para a Série A, mas garante que o time não vai desistir.

“Ficou mais difícil, mas pelos jogos que a gente tem e não pela posição na tabela. Tudo pode acontecer. Então, vamos para o tudo ou nada. Acho que continua aquilo que conversarmos todos esses dias. Vai definir tudo na última rodada, talvez as duas últimas vagas, porque a vaga do Sport também está em aberto. Hoje tem Sport, Ceará, Icasa, Avaí, a gente e o Figueirense, que também entrou na briga”, disse.

Silas sabe que a desconfiança em cima do América-MG aumenta a cada rodada, mas o treinador do Coelho pede o apoio da torcida nos três últimos jogos do Brasileiro. Segundo ele, lotar o Independência vai ajudar a equipe a sufocar os adversários para somar os pontos necessários para chegar ao acesso.

“Acho que a única coisa que gostaria de pedir agora é para o torcedor americano nos ajudar. Vamos colocar 20 mil pessoas naquele Independência. Vamos lotar aquilo lá. Faltam três jogos agora e o time precisa do torcedor mais do que nunca. Então vamos lá, porque a gente ainda está vivo e vocês que assistiram a esse jogo viram a luta que foi, a dificuldade que foi. Essa rapaziada precisa de vocês”, afirmou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade