Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Só com mais dois jogos pelo clube em 2013, Eguren já pensa nas férias

William Correia São Paulo (SP)

Nesta semana, deve ser confirmada a convocação de Eguren para os dois jogos contra a Jordânia que valem vaga na Copa do Mundo, o que confirmará o desfalque do volante, suspenso da partida de sábado contra o Joinville, contra Paysandu e Boa. Com isso, só restará ao jogador entrar em campo neste ano pelo Palmeiras para enfrentar Ceará e Chapecoense. Sincero, ele admite já pensar nas férias para atuar mais em 2014.

“Ainda temos que conseguir o título na Série B, que não está certo, e tenho o objetivo de classificar a seleção para a Copa também. Depois, é descansar nas férias para voltar com mais energia ainda e o ano que vem ser melhor, quero jogar mais”, discursou o camisa 5, com a intenção de corresponder melhor às expectativas em uma temporada importante para o Palmeiras.

“O ano que vem é importante para o clube, será o centenário do Palmeiras. Tenho que me preparar para chegar no topo do meu nível. Agora, jogar mais ou menos não muda muito porque o ano vai acabar”, declarou o atleta contratado em julho, saindo do Libertad, clube paraguaio no qual também ficava frequentemente no banco.

Eguren tem contrato até dezembro de 2014 com o Verdão e vestiu a camisa do clube, até agora, em somente nove partidas, marcando um gol na vitória por 4 a 2 sobre o Avaí. Foi titular somente em duas oportunidades, sendo a segunda no empate com o Paraná no último sábado.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Eguren deve ter convocação confirmada para enfrentar a Jordânia e será desfalque nos três próximos jogos do clube
A intenção de Gilson Kleina era dar uma sequência de jogos ao reserva de Márcio Araújo em, mas ele recebeu o terceiro cartão amarelo no fim de semana e foi pré-convocado para defender o Uruguai diante da Jordânia. O palmeirense só verá o volante de novo com a camisa do time no dia 23, contra o Ceará, no Pacaembu, quando o clube pode já ter confirmado o título. No dia 30, disputa a última rodada na Série B visitando a Chapecoense.

Apesar da condição de suplente, Eguren nunca reclamou publicamente do treinador. Desde a sua apresentação, adotou um discurso profissional ao extremo dizendo ter aprendido que, mesmo se não entrasse em campo, se sentiria importante de acordo com o sucesso do time. Por outro lado, o uruguaio não acompanha colegas que solicitam a permanência de Kleina para 2014.

“Nunca falo de treinador. Posso falar dos cartões amarelos que recebo, se estou jogando bem ou mal e se estou adaptado ao futebol brasileiro porque é tudo minha responsabilidade. Nunca falo do que não depende de mim, e essa questão do técnico não depende dos jogadores, só da diretoria”, afirmou o meio-campista, prometendo empenho nos dois jogos que lhe restam pelo Verdão em 2013.

“No Palmeiras, cada jogo é importante, e o que importa agora é ganhar o título. Temos que trabalhar. Em time grande, acontecem muitas coisas e, se você não estiver focado, fará algo errado. Por isso, faço o meu trabalho da melhor forma possível e deixo o que não depende de mim para os outros”, completou Eguren.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade