Futebol/Eliminatórias Europeias - ( - Atualizado )

Suecos contratam banda e provocam C.Ronaldo em chegada a Estocolmo

Estocolmo (Suécia)

Em um confronto que vale vaga na Copa do Mundo, qualquer detalhe pode fazer a diferença. Apesar de soar um pouco clichê, tal pensamento foi seguido à risca pelos suecos. Na noite do último domingo, um jornal do país nórdico inovou e resolveu desestabilizar o principal jogador da seleção portuguesa na chegada da comitiva lusa a Estocolmo, palco do jogo decisivo desta terça-feira. O diário contratou uma banda, que tocou a música da famosa personagem Bibi Meia Longa (desenho animado dos anos 70) para provocar Cristiano Ronaldo.

Foram dois os principais motivos pela escolha da música da personagem. Primeiro, porque ela tem grande relação com os dois países. Sob o título original de "Pippi Langstrump", o desenho foi criado pela autora sueca Astrid Lindgren, mas fez grande sucesso exatamente em Portugal, onde foi batizado como “Pipi das Meias Altas”. E é justamente pela “meias altas” que tal personagem foi relacionada a Ronaldo. Mesmo fora dos gramados, o português costuma utilizar meiões esticados (até a parte de cima das canelas) e shorts longos. E foi precisamente com tal visual que o melhor jogador do mundo em 2008 desembarcou em Estocolmo.

Reprodução/The Sun
Cristiano Ronaldo tem o costume de utilizar meias longas mesmo fora dos gramados
Os membros da banda, que foi contratada pelo principal jornal esportivo do país, o Sport Expressen, ainda vestiam a camisa da seleção sueca, também para se “vingar” de um conjunto português que, durante o jogo da ida no Estádio da Luz, tocou músicas tradicionais lusas incansavelmente. O episódio irritou os nórdicos, que se queixaram do barulho e do rumor provocado pelos músicos. Três dias depois, deram o troco na mesma moeda.

Com rivalidade dentro e fora de campo, Suécia e Portugal se enfrentam nesta terça-feira, às 16h45 (de Brasília), na Friends Arena, em Estocolmo, pelo jogo de volta da repescagem das Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2014. Os lusos venceram o primeiro confronto por 1 a 0, com gol de Cristiano Ronaldo, e podem perder por até um tento de diferença – contanto que balancem as redes – para carimbar passaporte ao Brasil no ano que vem.

A Suécia treinou no palco do jogo nesta segunda-feira e, comandada pelo treinador Érik Hamrén, trabalhou cobranças de pênaltis. A decisão pode ir para a marca da cal em caso de repetição do 1 a 0 da ida, e, por isto, o técnico sueco projoeteu um duelo com indefinição até o final. "Espero um jogo muito difícil e com drama até ao apito final. Em Lisboa, defendemos, mas temos de fazer melhor quando tivermos a bola, porque fomos muito atacados, em especial na segunda parte. Se agredirmos um pouco mais, estaremos próximos de marcar”, decretouÉrik Hamrén, que tem a missão de liderar os suecos a uma Copa do Mundo após oito anos de ausência.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade