Futebol/Campeonato Brasileiro Série C - ( - Atualizado )

Tiago Cardoso salva o Santa e primeira final termina com placar zerado

São Luis (MA)

Empurrado por 40 mil torcedores, o Sampaio Corrêa tentou do início ao fim do jogo deste domingo furar a defesa do Santa Cruz. A boa marcação do time pernambucano, no entanto, manteve o placar do Castelão zerado e deixou a definição do campeão da Série C do Campeonato Brasileiro para o jogo de volta.

O grande responsável pelo resultado foi o goleiro Tiago Cardoso, do Santa Cruz. Com boa atuação durante toda a partida, o camisa 1 fez verdadeiros milagres para evitar que a bola entrasse em seu gol, dois deles nos cinco minutos finais.

As duas equipes voltam a se enfrentar no Arruda, em Recife, às 17h (de Brasília) do próximo domingo. Uma vitória simples dá o título a qualquer um dos times. Como não sofreu gols em seu estádio, o Sampaio Corrêa tem a vantagem de poder empatar com gols para ficar com a taça. Novo 0 a 0 leva a decisão para as cobranças de pênalti.

O jogo – Logo no primeiro minuto, o Santa Cruz chegou com perigo em cabeçada de Luciano Sorriso. A partir daí, porém, o jogo ficou morno, fruto da boa marcação tricolor que neutralizava a pressão inicial tentada pelos donos da casa.

Com poucas chances, o Sampaio Corrêa passou a finalizar de longe em busca do primeiro gol. Aos 17, Jonas fez boa jogada na intermediária e chutou à direita do gol de Tiago Cardoso. Dois minutos depois, Robinho arriscou de fora da área e também levou perigo.

Aos 25, Tote recebeu na direita e preferiu o arremate ao cruzamento, mas pegou mal na bola. Oito minutos depois, o lateral ganhou de três adversários na velocidade e cruzou para Lucas, que cabeceou por cima.

A principal chance da primeira etapa, porém, foi do Santa Cruz. A três minutos do intervalo, Renatinho fez boa jogada na esquerda e rolou para Panda chutar de primeira, obrigando Rodrigo Ramos a se esticar todo para espalmar para a linha de fundo.

Diferente do início de jogo, quem começou o segundo tempo assustando foi o Sampaio Corrêa. Logo aos 40 segundos, Júnior Chicão invadiu a área pela esquerda e soltou uma bomba, defendida por Tiago Cardoso. O atacante voltou a levar perigo no minuto seguinte, em cabeçada que passou perto do gol.

A pressão do time da casa prosseguiu por toda a etapa final. Mais atento com os contra-ataques do Santa Cruz, o time só foi ameaçado no primeiro lance de Flávio Caça-Rato em campo, em que o atacante arriscou de longe e quase surpreendeu Rodrigo Ramos.

Mesmo mais efetivo, o Sampaio não conseguiu furar o bloqueio armado pela equipe pernambucana. Nos últimos cinco minutos, Tiago Cardoso fez dois milagres em cabeçada e chute a queima roupa de Júnior Chicão, garantindo o empate em 0 a 0.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade