Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Tite nega atraso na busca por reforços com sua indefinição no clube

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

Tite ainda não sabe se continuará no Corinthians na próxima temporada. Mesmo assim, o treinador descarta um atraso do clube na busca por reforços em função da indefinição sobre a comissão técnica alvinegra, já que não se acha indispensável na avaliação de possíveis contratados.

“Não acredito que o clube fique à mercê do técnico para planejar o trabalho. É por isso que existem os cargos de gerente (Edu Gaspar), de diretor de futebol (Roberto de Andrade)... Não pode ficar na mão do técnico para querer este e não aquele. É um conjunto”, afirmou.

Com contrato apenas até dezembro, Tite deixou claro que não aceitará comandar outra equipe nacional a partir de janeiro, mesmo se deixar o Alvinegro. Com isso, o técnico revelou que, apesar de não se sentir imprescindível nas avaliações, vem colaborando com a diretoria para 2014.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Tite entende que planejamento não mudará mesmo se deixar o clube ao término do contrato, em dezembro
“Isso já está ajustado. Conversamos constantemente sobre o planejamento, independentemente de permanência, porque não vai mudar se eu ficar ou não”, acrescentou. Além da análise dos reforços, o clube também avalia possíveis saídas de jogadores, depois da fraca campanha da equipe neste Campeonato Brasileiro. Caso permaneça, o treinador tentará corrigir as falhas apresentadas nestes últimos meses do ano.

“Fomos campeões no primeiro semestre e estávamos com todo o grupo na mão, poucos atletas tinham saído. O Paulinho tinha permanecido. Depois, até ajustar, tivemos uma série de leões, que atrapalhou. Cometemos erros, o que é normal. Por algumas infelicidades juntas, em um campeonato difícil, acabou acontecendo assim (queda de rendimento)”, lamentou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade