Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Valdivia participa de rachão no MS, mas Kleina não define titulares

Campo Grande (MS)

A última atividade do Palmeiras antes de enfrentar o Ceará, às 17h20 (de Brasília) deste sábado, não foi usada para os titulares serem esboçado. Gilson Kleina optou por um rachão envolvendo os 20 jogadores que foram a Campo Grande (MS), incluindo Valdivia, que só jogou 37 minutos do amistoso entre Chile e Brasil, na terça-feira, e reclamou de contratura muscular.

Apesar de mais um problema físico, existe a chance de o meia ser titular. Desde que culpou o técnico por não atuar integralmente nas partidas do Verdão, o camisa 10 nunca mais foi sacado por Kleina e o planejamento no clube é de que ele atue não só neste sábado, como também no dia 30, diante da Chapecoense, em Santa Catarina, pela última rodada da Série B.

O rachão desta manhã foi a primeira atividade de Valdivia no clube desde a vitória por 3 a 0 sobre o Joinville, no dia 9, na qual deu duas assistências. Desde então, o meio-campista estava à disposição de sua seleção, sendo desfalque em amistoso contra a Inglaterra e atuando praticamente ‘no sacrifício’ diante do Brasil na terça-feira, no Canadá, por conta de seus recorrentes problemas físicos.

O jogador mais caro do elenco, como seus colegas, sofreu com o forte calor no treino da manhã desta sexta-feira, realizado com a presença de torcedores no estádio Morenão. O massagista Serginho foi intensamente procurado pelos atletas para entregar copos d’água. A torcida, contudo, vibrava com os lances que via em campo.

Depois do recreativo, Henrique treinou arremates de média distância enquanto os atacantes Alan Kardec e Leandro, artilheiros do time na Série B com 13 e 12 gols, respectivamente, praticaram cobranças de pênalti. Os trabalhos do dia se encerraram com atividades de bolas aéreas e finalizações.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Meia treinou normalmente após sofrer com problemas musculares na seleção e pode ser titular neste sábado
Para o jogo, os desfalques do Verdão são o zagueiro Vilson (tendinite no joelho esquerdo), o meia Mendieta (cirurgia no joelho esquerdo), o atacante Vinicius (dores no tornozelo direito), os volantes Wesley (dores no joelho direito), Marcelo Oliveira (dores musculares na coxa direita) e Léo Gago (recém-recuperado de dor na coxa direita e ainda sem ritmo de jogo) e o lateral direito Luis Felipe, que negocia sua saída do clube e, por isso, não tem ficado nem no banco de reservas.

Sem desfalques, o Palmeiras contará com a volta de Henrique, suspenso no jogo que garantiu o título, no fim de semana passado, além de Valdivia. A provável escalação é: Fernando Prass; Wendel, André Luiz, Henrique e Juninho; Eguren, Márcio Araújo e Valdivia; Serginho, Leandro e Alan Kardec.

O clube receberá o troféu de campeão da Série B do Brasileiro neste sábado. O confronto estava marcado para o Pacaembu, mas a diretoria do Palmeiras optou por vender o mando para Campo Grande, passando-o para o Morenão.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade