Atletismo/São Silvestre - ( - Atualizado )

Atual campeão, Kipsang se coloca como favorito na São Silvestre 2013

Bruno Ceccon e Yan Resende* São Paulo (SP)

Depois de participar da Corrida Internacional de São Silvestre pela primeira vez em 2012 e já conquistar o lugar mais alto do pódio, o queniano Edwin Kipsang está ainda mais confiante para a edição deste ano. Questionado sobre os favoritos para vencer a prova, o atleta de 24 anos não titubeou e se colocou como o maior candidato ao primeiro posto.

Há um ano treinando em Nova Santa Bárbara, no interior do Paraná, o queniano classifica a corrida desta terça-feira como a mais importante do calendário e espera repetir o bom e surpreendente desempenho da edição passada. “Vencer a São Silvestre novamente seria uma das melhores coisas para mim. Esse ano vai ser mais fácil porque eu conheço percurso”, revelou, esbanjando confiança.

O otimismo chega a surpreender até mesmo seu técnico e empresário. Moacir Marconi, o Coquinho, responsável por trazer Kipsang ao Brasil, revelou que se assustou com o discurso adotado pelo atleta em 2012. Ainda sem conhecer a São Silvestre, o queniano afirmava que venceria a prova paulistana, se destacando pelo bom preparo psicológico.

Fernando Dantas/Gazeta Press
O queniano Edwin Kipsang, atual vencedor da São Silvestre, esbanja confiança e se coloca como favorito em 2013
“Em 2012, a confiança era tanta, que até eu suspeitava dele. Ele falava: ‘Marconi, eu vou ganhar’. Ele é um quinta marcha, tem um potencial fantástico e treina muito. É muito forte. Ele tem uma cabeça fantástica. É super focado, um cara muito positivo e confiante”, explicou Coquinho, sem medo de demonstrar confiança semelhante na vitória de seu atleta.

Ao falar de seus principais concorrentes em 2013, Kipsang preferiu agradar aos companheiros quenianos que conversavam com a imprensa ao seu lado. Desta forma, o atual vencedor apontou os compatriotas Mark Korir, terceiro colocado da São Silvestre no ano passado, e Stanlei Koech, atual ganhador da Maratona de São Paulo, como os adversários com maior potencial.

Com relação aos atletas brasileiros que podem tirar o seu posto de atual campeão, o queniano, ainda com dificuldades para pronunciar palavras em português, foi breve: “Giovani”. A preocupação de Kipsang com Giovani dos Santos não é em vão. O corredor mineiro conquistou a quarta colocação na São Silvestre de 2012 e é o atual vencedor da Volta Internacional da Pampulha.

*Especial para a GE.net

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade