Atletismo/São Silvestre - ( - Atualizado )

Locutor Francisco Marques completa 20 anos de São Silvestre

João Victor Miranda, especial para a GE.net São Paulo (SP)

Autodenominado locutor de arena, Francisco Marques comanda o espetáculo da São Silvestre desde a largada dos cadeirantes até o pódio masculino, passando por todas as chegadas e premiações.Ele completou 20 anos de prova na atual edição e, apesar da experiência, ainda se emociona com a corrida.

“Eu trago toda a nostalgia desta época do ano. Natal, ano novo. Fico muito emotivo mesmo e tento passar isso para o público. É importante eles se sentirem parte do evento também”, explicou Marques.

Também locutor de corridas de Stock Car, o profissional da voz afirmou ter um sentimento diferente quando o assunto é São Silvestre.

Marcelo Ferrelli/Gazeta Press
De cima do palco onde fica o pódio, Francisco Marques anima a festa da São Silvestre
“A maior diferença é que o competidor não depende de uma máquina. Ele mesmo é a máquina de correr. Só depende de si. E ele se supera. Tem que fazer tudo sozinho. É como uma superação do ser humano sobre a atividade esportiva”, continuou.

Francisco Marques exaltou o clima criado pelo público da São Silvestre. Segundo o experiente locutor, a proximidade das pessoas com os atletas cria uma atmosfera única.

“A São Silvestre tem um público muito participativo. Isso acontece porque ele fica muito perto dos corredores. Porém, se o locutor não ajudar, não criar um clima, se não tiver uma música, vai ter uma chegada sem graça e ninguém vai se animar. É aí que o meu trabalho fica mais importante”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade