Atletismo/São Silvestre - ( - Atualizado )

Longe da Colômbia, Sueli melhora marca em quase um minuto e meio

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Sueli Pereira se preparou para a São Silvestre de 2012 na altitude da Colômbia e não gostou do resultado, terminando a corrida em sétimo lugar. Em 2013, ela desistiu da viagem e teve um desempenho bem melhor, subindo para sexto e dando um salto mais considerável no tempo.

Dos 54min22s da edição anterior para os 53min00s registrados agora, a diferença foi considerável. E a nova marca rendeu à atleta do Cruzeiro o posto de melhor brasileira da disputa, ficando ela atrás apenas do quinteto africano que dominou o pódio na Avenida Paulista.

“Foi uma prova muito melhor do que a do ano passado. Tinha treinado na Colômbia para aquela prova, voltei em cima da hora e senti. Desta vez, foi bem melhor. Não deu para ficar de igual para igual com as quenianas, mas deu para conquistar o sexto lugar”, comentou Sueli.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Sueli Pereira cruza a linha de chegada bem mais satisfeita do que estava 365 dias antes
Segundo a corredora, a diferença no preparo ficou evidente na temida subida da Avenida Brigadeiro Luís Antônio, já na parte final do percurso. “Eu tinha sentido muito na Brigadeiro antes. Desta vez, fiz um trabalho na minha cidade mesmo e consegui me sair melhor.”

Só não deu mesmo para acompanhar as africanas, que não demoraram a se destacar no pelotão de frente. “Foi um pouco complicado, porque elas começaram em um ritmo muito forte. No segundo, no terceiro e no quarto quilômetro, já se desgarraram. Tentei acompanhar, mas não consegui”, lamentou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade