Futebol - ( - Atualizado )

À espera de candidatura no Timão, Roberto segue como diretor

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Em algum momento do próximo ano, Roberto de Andrade vai deixar a diretoria de futebol do Corinthians e ficar um período afastado. É um procedimento semelhante ao adotado por seu antecessor, Mário Gobbi, para se candidatar à presidência do clube do Parque São Jorge.

Esse momento ainda não chegou. “Por enquanto, continuo diretor do Corinthians. Esse fato da eleição está um pouco distante ainda. Temos um grupo no clube, todos sabem, e precisamos nos reunir para oficializar qualquer coisa. Permaneço no cargo até quando o presidente achar que eu devo ficar”, afirmou Roberto.

Mário Gobbi era o diretor de futebol na gestão do presidente Andrés Sanchez e deixou essa posição no fim de 2010, pouco mais de um ano antes da eleição na qual ganhou facilmente como candidato da situação. Será uma grande surpresa se Roberto de Andrade não for o candidato do grupo.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Roberto de Andrade é o provável candidato da situação à eleição presidencial do início de 2015
“Não me coloco como candidato, não. Na realidade, não estou muito preocupado com isso agora. Estou fazendo o planejamento para 2014, pensando no Corinthians sempre”, comentou o ainda diretor de futebol, que deixará seu posto para Duílio Monteiro Alves quando sair.

Líder da turma que comanda o clube desde 2007, Andrés já manifestou publicamente que Roberto é o nome da vez. Seu argumento é o de que o presidente precisa ter sido diretor de futebol em alguma oportunidade, como aconteceu com ele mesmo e com Gobbi.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade