Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

A um jogo do adeus, Tite inicia semana de curtição nesta terça-feira

Helder Júnior São Paulo (SP)

O técnico Tite já não sente mais o peso das cobranças pela queda de rendimento do Corinthians em 2013. Ovacionado em sua despedida do Pacaembu, no empate sem gols com o Internacional, o gaúcho quer desfrutar da sua última semana de trabalho no comando do clube do Parque São Jorge.

“A minha ideia é trabalhar, mas também curtir muito essa semana”, avisou Tite, abrindo um largo sorriso. O clima, de fato, já é de férias. O técnico que tanto aprecia caipirinha chegou a ganhar a bebida de um programa humorístico no final do pronunciamento que fez no domingo.

Após folgar, assim como o seu elenco, na segunda-feira, Tite comandará um treinamento às 9h30 desta terça-feira, no CT Joaquim Grava. A tarde será reservada para conceder mais entrevistas sobre a sua trajetória vitoriosa no Corinthians.

Em tempo de curtição do seu trabalho, que terá fim com o jogo de sábado contra o rebaixado Náutico, na Arena Pernambuco, Tite também não polemiza diante de microfones. O treinador tem evitado lamentar a sua saída do Parque São Jorge, tratada como consensual pela diretoria.

“Todos nós conversamos e entendemos que era o melhor a ser feito. Não há um anjinho nem um demônio na história. Contamos com responsabilidades e hierarquia no Corinthians. E os acertos e erros que tivemos aqui foram de todos”, discursou Tite.

Com mais cinco treinamentos para dar adeus aos seus jogadores, além de ter feito questão de trabalhar diante do Náutico, Tite citou a postura deles como o maior legado que deixará para o sucessor Mano Menezes.

“Todos os atletas vão dizer os problemas na frente dele, e não pelas costas. A relação de lealdade é muito forte aqui. A nossa equipe de trabalho, além de competente, é leal”, enalteceu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade