Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Após comemoração polêmica, Anelka é repreendido por ministra francesa

Londres (Inglaterra)

Durante o empate entre West Bromwich e West Ham em 3 a 3 neste sábado, em partida válida pelo Campeonato Inglês, o atacante francês Nicolás Anelka, do West Brom marcou dois gols e comemorou com um gesto que causou polêmica.

Ele colocou a mão esquerda sobre o ombro direito e a ação foi interpretada como um gesto antissemita criado na França pelo comediante francês Dieudonné M’Bala, batizado de ‘quenelle’.

O atacante acabou repreendido pela ministra de Esportes e Juventude da França, Valérie Fourneyron, que chamou a atitude de “nojenta” em sua conta pessoal no Twitter.

"O gesto de Anelka é uma provocação chocante, nojenta. Não há lugar para antissemitismo e de incitação ao ódio no campo de futebol", declarou.

Anelka negou ao seu treinador que a comemoração tenha tido o propósito de ofender alguém.

Com 18 pontos, o time de Anelka é o 15º colocado do Campeonato Inglês e luta contra o rebaixamento.

AFP
Anelka comemora seu primeiro gol na partida contra o West Ham United; o gesto causaria polêmica

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade