Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Apresentado no Grêmio, Edinho promete garra em campo

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

Como não poderia deixar de ser, Edinho prometeu aos torcedores do Grêmio aquilo que é a sua melhor característica como jogador: garra. Em sua coletiva de apresentação, na tarde desta quinta, o ex-centromédio do Internacional acredita que somente trabalhando duro no dia a dia é que sua imagem de ex-jogador do rival começará a ser esquecida pelos gremistas.

“Vou lutar muito. Comigo não tem bola perdida. Vim aqui para vencer. Se tiver que dar carrinho de cabeça eu vou dar. Tenho que mostrar vontade e muito trabalho no dia a dia”, definiu o centromédio, que confessou ter em Dinho, volante campeão da América com o Tricolor Gaúcho em 1995, uma inspiração: “é um cara que lutava muito, carregador de piano como eu. Me espelhava muito nele, e é um exemplo a ser seguido, até por sua história”.

Divulgação/Grêmio
Ex-Flu, Edinho foi apresentado no Grêmio nesta quinta
O diretor de futebol Rui Costa negou que a contratação significa que Souza esteja deixando a Arena, e destacou a vontade apresentada por Edinho quando iniciou as tratativas para jogar no Grêmio: “o Edinho falou comigo como se fosse um juvenil, com um grande entusiasmo por jogar aqui no Grêmio. Sua chegada não significa a saída de ninguém, mas sim uma convicção do departamento de futebol. O Souza não está de saída”, afirmou Costa, que reconheceu que o clube tem interesse no zagueiro Geromel, do Colônia.

Os rumores quanto à saída de Souza surgiram após o interesse do São Paulo no volante gremista. Como o Grêmio tem interesse em contratar o zagueiro Rhodolfo, que pertence ao clube paulista, em definitivo, chegou-se a especular que uma troca entre ambos poderia ocorrer.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade