Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Arena e orçamento para 2014 entram em pauta no Conselho do Grêmio

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

O Conselho Deliberativo do Grêmio fará na noite desta quarta-feira uma importante reunião para definir duas pautas vitais ao futuro do clube. No encontro, o presidente do clube, Fábio Koff, apresentará aos conselheiros as novidades do contrato do clube com a OAS, construtora da Arena, para a gestão do estádio. A seguir, será definido o orçamento para a próxima temporada, que deve ser mais baixo que o de 2013.

O contrato de gestão da Arena causou diversas polêmicas entre o clube e a construtora, além da direção anterior do Grêmio com a atual. A principal mudança em relação ao contrato original é a redução do valor anual pago pelo Tricolor à construtora para a migração dos associados do Olímpico para o novo estádio: de R$ 43 milhões, o valor caiu para R$ 12 milhões, o que reduzirá o déficit do clube, que pode beirar os R$ 90 milhões em 2013.

Na reunião desta quarta, Koff também apresentará aos conselheiros os resultados de uma vistoria realizada na Arena, que verificou a existência de 1,2 mil "cadeiras fantasmas", 400 cadeiras com visibilidade prejudicada para os torcedores e assentos de baixa qualidade no primeiro e quarto anéis do estádio. Ainda não está definido de que forma o Grêmio será ressarcido por estes erros cometidos pela OAS.

Se o aditivo for aprovado, a troca de chaves deverá ocorrer na quinta-feira. O Grêmio, então, receberá a escritura da Arena, R$ 15 milhões da parceira para efetuar sua mudança para a nova casa e terá 90 dias para desocupar a área do Estádio Olímpico, que ainda abriga a administração do clube.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade