Futebol/Campeonato Espanhol - ( - Atualizado )

Diego Costa faz dois, mas perde pênalti e deixa Atlético em segundo

Madri (Espanha)

O Atlético de Madrid cumpriu sua obrigação e derrotou o Valencia, neste domingo, empatando em pontos com o Barcelona na liderança do Campeonato Espanhol. Mas não tomou a ponta da competição do Barcelona, pois venceu por 3 a 0 e precisaria de mais um gol. Gol que poderia ter saído em pênalti desperdiçado por Diego Costa.

O brasileiro naturalizado espanhol foi o melhor jogador da partida, tendo anotado dois gols, mas errou um pênalti - o terceiro na temporada - diante do compatriota e xará Diego Alves quando seu time vencia por dois gols de diferença. Pouco depois, em nova penalidade, ele tirou o peso da falha e converteu, porém o placar não foi suficiente para terminar a rodada em primeiro.

AFP
Duelo entre brasileiros xarás nos pênaltis terminou empatado: Costa perdeu um e converteu outro
As duas equipes somam agora 43 pontos cada, porém o Barcelona leva vantagem por ter um gol marcado a mais (44 contra 43). Se o time de Madri tivesse balançado a rede pela quarta vez neste domingo, assumiria o primeiro lugar por ter melhor saldo.

O Atlético foi a campo um dia depois de Neymar ter comandado o triunfo do Barcelona por 2 a 1 sobre o Villarreal. Por isso, sabia o que seria preciso neste domingo para ultrapassar o rival na tabela de classificação: vencer por pelo menos quatro gols de diferença. E foi em busca disso que o time partiu.

Mas, bem neutralizado pela marcação do Valencia, o Atlético teve muita dificuldade e passou o primeiro tempo em branco. Foi na volta do intervalo, porém, que a eficiência madrilenha pôs abaixo a aparente intenção adversária de segurar o empate.

Aos 14 minutos do segundo tempo, o brasileiro Diego Costa recebeu passe dentro da área e bateu cruzado, vazando a meta de Diego Alves. O segundo gol saiu logo quatro minutos depois: Raúl García pegou rebote dentro da área e chutou de esquerda para ampliar a vantagem,

Faltava apenas um gol para tomar a liderança. E a oportunidade surgiu aos dez minutos mais tarde, quando Diego Costa foi derrubado dentro da área. O próprio atacante foi para a cobrança do pênalti, porém Diego Alves usou bem o braço para fazer a defesa e impedir que a bola entrasse.

Aos 35 minutos, o Atlético teve uma nova penalidade máxima a seu favor, e Diego Costa não se omitiu, mesmo depois de ter desperdiçado a terceira cobrança na temporada. E a confiança foi recompensada com o gol. Ele bateu com mais força do que na tentativa anterior e marcou.

O técnico Diego Simeone imediatamente pediu a seus jogadores que buscassem o quarto gol nos minutos restantes, mas foi o máximo que o Atlético conseguiu nesta noite, terminando a rodada mesmo na segunda colocação.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade