Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Atlético-PR, Vasco, federações e árbitro são denunciados no STJD

São Paulo (SP)

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva já começa a agir para punir os responsáveis pelas cenas de barbárie nas arquibancadas da Arena Joinville, no último domingo. No final da tarde desta segunda-feira, o procurador Rafael Fioravante Alves Vanzin denunciou o Atlético-PR, o Vasco, as federações do Paraná e de Santa Catarina e o árbitro Ricardo Marques Ribeiro pelos incidentes.

O Furacão, considerado responsável pela segurança do estádio, pode ser multado em R$ 100 mil e perder até 20 mandos de campo. A intensidade da punição deve-se à reincidência dos atleticanos no STJD – o time mandou o jogo contra o Vasco em Joinville justamente para cumprir pena imposta pelo tribunal.

Os cariocas podem receber multa também de R$ 100 mil e ficar sem mando em dez confrontos na próxima temporada. Já o árbitro Ricardo Marques Ribeiro pode ficar 120 dias suspenso e até receber multa de R$ 1 mil. A Federação Catarinense de Futebol e a Federação Paranaense de Futebol também devem ser multadas, enquanto a Arena Joinville pode ser interditada.

O Atlético-PR batia o Vasco por 1 a 0 quando os torcedores das duas equipes passaram a se enfrentar nas arquibancadas. Sem policiamento ou qualquer barreira física, os vândalos encontraram caminho livre para brigar e o jogo teve de ser interrompido pela arbitragem. Os jogadores chegaram a abandonar o gramado, mas a partida foi retomada e o Furacão goleou por 5 a 1 para se classificar à Libertadores e rebaixar o Gigante da Colina.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade