Motor/Bastidores - ( - Atualizado )

Brawn deixa futuro em aberto e brinca: "Quero ver jogos do United"

Manchester (Inglaterra)

Quatro dias após deixar a Mercedes, Ross Brawn deu a entender que tirará alguns meses de férias antes de voltar para algum time da Fórmula 1 – Ferrari, McLaren e Williams são as maiores especulações. Até lá, tudo o que o engenheiro quer é aproveitar o seu Manchester United.

“Vou fazer uma pausa por uns tempos e ver como as coisas vão acontecer. Quero ter alguns meses de folga e ver alguns jogos, porque antes não tinha tempo para assistir. Agora poderei acompanhar. Por volta de março, vou decidir o que fazer”, disse à rádio Absolute.

AFP
Pelo menos até março, Brawn deve tirar férias e aproveitar jogos do seu Manchester United
O inglês, que estaria insatisfeito com as suas funções na equipe alemã, revelou a sua infância em Manchester. “Nasci em Manchester. Lá, a maioria é de torcedores do City. Quando fui pra escola, todos odiavam o United, mas me converti e passei a torcer”.

Deixando seu futuro totalmente em aberto, Brawn quer estudar as propostas que chegarem. “Se eu me envolver novamente com esporte a motor, será na Fórmula 1, mas tenho a mente muito aberta. Depende do que me motivar e do que as pessoas me oferecerem. Vamos ver o que vai acontecer”, finalizou.

Ross Brawn é considerado um dos maiores dirigentes da Fórmula 1, depois de participar de todos os sete títulos mundiais de Michael Schumacher. Em 2009, ele comprou a Honda e fundou a Brawn GP, que conquistou a temporada daquele ano, com Jenson Button nos pódios.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade