Futebol Internacional - ( - Atualizado )

Buscando confirmar a vaga, Juventus viaja para encarar o Galatasaray

Istambul (Turquia)

Pelo Grupo B da Liga dos Campeões, a Juventus viaja para duelar com o Galatasaray, nesta terça-feira, às 17h45 (de Brasília), no Turk Telekom Arena. As duas equipes ainda tem chances de se classificarem para a próxima fase: com seis pontos, os italianos garantem a vice-liderança com o empate, já os turcos precisam vencer a partida se quiserem terminar a fase de grupos em segundo lugar. Isso devido a liderança isolada do Real Madrid, que, com 13 pontos, não pode mais ser alcançado.

Confiante, o técnico Antonio Conte poupou alguns titulares na vitória da Juventus por 2 a 0 no Campeonato Italiano, no último fim de semana. O argentino Carlitos Tévez e o espanhol Fernando Llorente não jogaram toda a partida. Já o craque Arturo Vidal participou durante os 90 minutos e foi o responsável por comandar a equipe. Para o último jogo da fase de grupos, Conte não poderá contar com Pirlo.

Pelo outro lado, o técnico Roberto Mancini não sabe ainda se terá Sneijder disponível para o duelo. “É difícil para ambos os lados, talvez mais para nós, porque temos um resultado só que nos interessa: a vitória. Vamos fazer de tudo para ganhar e a torcida vai nos dar a mão em Istambul”, afirmou o comandante.

Real Madrid – Garantidos na liderança do Grupo B, os espanhóis jogam a última rodada da primeira fase contra o FC Copenhague, fora de casa, às 17h45 (de Brasília), também nesta terça-feira, no Parken Stadion.

A grande novidade é a volta de Cristiano Ronaldo à lista de convocados de Carlo Ancelotti, o português estava lesionado. Gareth Bale e Xabi Alonso também viajam com o elenco. Os desfalques ficam por conta dos lesionados Fabio Coentrão, Ricardo Varane e Khedira e do suspenso Sérgio Ramos.

Com os mesmos quatro pontos do Galatasaray, o FC Copenhague ainda tem chances de terminar em segundo lugar, mas para isso não bastará apenas vencer o Real Madrid, terão de torcer pela derrota italiana por uma diferença de gol mínima, já que, em caso de vitória, turcos e dinamarqueses brigariam pela vaga no saldo de gols.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade