Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Carlos Falcão é o novo presidente do Vitória; Paraguaio pode chegar

Salvador (BA)

O Vitória está entregue a novas mãos desde a noite da última segunda-feira. Único candidato na disputa eleitoral rubro-negra, Carlos Falcão foi aclamado presidente do clube baiano e ficará no comando até 2016. A chapa 13 de Maio, vencedora da eleição, também levou Epifânio Carneiro Filho à vice-presidência do time do Barradão.

Mandatário até o último final de semana, Alex Portela Júnior agora ocupará cargo no Conselho Fiscal: “Não estamos votando em uma pessoa, estamos votando na continuidade de um projeto”. Raimundo Dias Viana, Carlos Fernando Amaral Júnior, Pedro Amâncio de Araújo Filho e Carlos Alberto Silveira também integrarão o quadro de conselheiros do Leão.

“Vamos perseguir obstinadamente o título que tanto desejamos”, garantiu Falcão, mirando a conquista do Campeonato Brasileiro, taça faturada pelo arquirrival Bahia por duas oportunidades. Na atual temporada, o Vitória chegou a sonhar com o título, mas sem um elenco grande o suficiente, oscilou demais e ficou de fora até mesmo da Copa Libertadores da América.

Reforço – Reformulada, a nova diretoria promete qualificar o elenco para não repetir as frustrações de 2013. O zagueiro Dão e o volante Lucas Zen foram contratados, enquanto os laterais Ayrton, Juan e Danilo Tarracha tiveram os contratos renovados. Já o atacante paraguaio Pablo Zeballos foi oferecido aos rubro-negros.

“O Zeballos foi oferecido, mas estou avaliando ainda. Eu tenho muitos nomes. A gente olha tudo, mas contratar é outra coisa”, afirmou o diretor de futebol Raimundo Queiroz em entrevista ao iBahia. Caso seja contratado, Zeballos encontrará o compatriota Luis Cáceres no grupo do Vitória.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade