Futebol - ( )

Com apoio financeiro, Nobre perde resistência a hotel na Academia

São Paulo (SP)

Antes receoso com a ideia da construção de um hotel na Academia de Futebol do Palmeiras, o presidente Paulo Nobre agora está animado com o projeto. O fato de a Ambev financiar as obras da futura concentração do elenco, mediante a adesão de torcedores a uma página de rede social, deixou o mandatário mais tranquilo.

“O projeto é maravilhoso. Não é que algumas pessoas fossem contra, mas fazer e administrar um hotel não representa o core business do Palmeiras. Particularmente, até eu tinha certa resistência, pois sentia medo de construir uma coisa maravilhosa que, sem uma boa administração, fosse se deteriorando e virasse um elefante branco”, explicou Nobre.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Paulo Nobre agora aplaude a construção do hotel
O hotel será erguido no onde hoje está situado o ginásio poliesportivo da Academia, dispondo de mais de 30 quartos, além de auditório para palestras e preleções, sala de jogos e minicinema. Os vestiários atuais também ganharão mais espaço com as construções de novos departamentos médicos e de fisiologia.

“Se sair a reforma como estamos imaginando, teremos que dar todos os méritos aos torcedores palmeirenses que curtiram a página da Brahma do Palmeiras no Facebook. Com isso, teremos recursos no final do ano, que servirão também para a manutenção do local. Fico mais tranquilo assim”, declarou Paulo Nobre.

O Palmeiras espera inaugurar completamente a reforma de sua Academia de Futebol no início de 2015. Hoje, o clube é o único dos grandes de São Paulo que ainda não possui um hotel dentro do seu CT.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade