Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Com objetivos quase alcançados, Lusa e Grêmio jogam por empate

São Paulo (SP)

Ninguém ousa falar em “jogo de compadres”, mas a matemática é clara: com um empate no jogo deste domingo, às 17 horas, no Canindé, Portuguesa e Grêmio alcançam seus respectivos objetivos no Brasileirão. A Lusa escapará do rebaixamento com mais um ponto e o Tricolor garantirá a vaga direta para fase de grupos da Copa Libertadores com uma igualdade, o que esfria o clima de decisão que a partida poderia ter.

Ainda assim, a chance de a Portuguesa cair é tão pequena que não vale à pena jogar pelo empate. A equipe paulista precisaria ser goleada pelo Grêmio, ver o Vasco golear o Atlético-PR em Joinville (e tirar 11 gols de diferença no saldo), Criciúma e Inter empatarem seus jogos e o Coritiba ganhar do São Paulo. Cálculos matemáticos dão como desprezíveis as possibilidades de rebaixamento.

A situação só não é mais tranquila porque os salários dos jogadores estão atrasados. Orientados pelo Bom Senso FC, os atletas protestaram durante a semana e permaneceram sentados no gramado do Canindé, se recusando a treinar enquanto não houvesse acordo. Nesta quinta, o presidente eleito Ilídio Lico conseguiu sanar o problema e sinalizar o pagamento dos meses em atraso – variam de dois a quatro.

“Nós estamos brigando é por uma melhoria do clube. A Portuguesa tem uma visibilidade muito grande e existem pessoas na diretoria querendo resolver. Mas essa situação já é antiga. Nós ficamos sabendo que isso já havia acontecido com alguns jogadores no ano passado, então a gente não pode deixar isso se repetir”, afirmou o meia Souza, em entrevista ao Sportv.

O Grêmio também não navega em mares tão tranquilos. Nesta quinta, o centroavante Barcos afirmou em entrevista coletiva que os direitos de imagem dos jogadores estão atrasados em um mês. No entanto, o clima é mais ameno que no Canindé. “Confiamos na palavra da diretoria. Somos todos profissionais, e temos que ser leais ao clube”, explicou o argentino.

Quanto aos objetivos no campeonato, o principal foi alcançado: a vaga para a Copa Libertadores de 2014. No entanto, o jogo deste domingo está longe de ser um amistoso para o Grêmio, que quer garantir o vice-campeonato e, assim, a vaga direta na fase de grupos. Em 2012, o segundo lugar escapou na última rodada, o que fez a equipe disputar um difícil mata-mata contra a LDU, em janeiro. A equipe só perde o vice se perder para a Lusa e o Atlético-PR ganhar do Vasco em Joinville.

O técnico Renato Gaúcho terá todo o grupo à disposição, mais uma vez. Sem ninguém suspenso ou lesionado, o treinador deve repetir o time dos últimos dois jogos, que bateu o Goiás e empatou com a Ponte Preta. O chileno Vargas tem papel essencial: ora atua como atacante pela direita, ora como vértice mais alto do losango do meio, fazendo o time mudar do 4-4-2 para o 4-3-3.

A partida deste domingo pode marcar a despedida de alguns jogadores do Grêmio, a começar por Vargas, que tem seu empréstimo junto ao Napoli vencendo no fim do ano. O meia Elano e o goleiro Dida também podem deixar o clube, para aliviar a folha salarial. Nomes como Alex Telles e Bressan podem ser vendidos para fazer caixa na próxima janela de transferências, em janeiro.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
PORTUGUESA X GRÊMIO

Local: Estádio Canindé, em São Paulo (SP)
Data: 8 de dezembro de 2013, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Assistentes: Fábio Pereira (Fifa-TO) e Marrubson Melo Freitas (DF)

PORTUGUESA: Lauro; Luís Ricardo, Lima, Valdomiro e Rogério; Ferdinando, Henrique, Moisés e Souza; Bruno Henrique e Gilberto.
Técnico: Guto Ferreira

GRÊMIO: Dida; Pará, Rhodolfo, Bressan e Alex Telles; Souza, Ramiro, Zé Roberto e Vargas; Kleber e Barcos.
Técnico: Renato Gaúcho

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade