Futebol/Amistoso - ( - Atualizado )

Com Rivaldo, veteranos do Brasil dão show em ação social na Guatemala

Coatepeque (Guatemala)

Melhor jogador do mundo em 1999, Rivaldo liderou veteranos brasileiros em partida beneficente na Guatemala, realizada no domingo. O jogo ocorreu em Coatepeque, a cerca de 200 Km da capital do país, representado em campo por um time chamado de “Legendas da Guatemala”. A ‘Seleção Brasileira’ levou o nome de “Joga Limpo Brasil Team”.

Em campo, os nascidos na nação pentacampeã mundial venceram com facilidade por 5 a 1. O destaque foi Viola, atacante que defendeu Corinthians, Palmeiras, Santos e Vasco, entre outros clubes. O veterano balançou as redes três vezes.

Divulgação
Viola fez três gols (Crédito: Denilson Jamal/Divulgação)
Os brasileiros, que tiveram o ex-atacante Evair como técnico, atuaram com Velloso (Leandrão); Josimar (Elivélton), Júnior Baiano (Vanderley), Edmilson (Claudecir) e Zé Carlos; Amaral, Ramalho, Giovanni e Rivaldo (Léo Paulista); Kelly e Viola (Camanducaia).

As "Legendas da Guatemala" tiveram Oscar Sanchez como técnico e atuaram com: Vinicio Ovando; Selvyn Ponciano, Javier González, Denis Chen e Erick Miranda; Fabricio Benitez, Martin Machón, Gonzalo Romero e Israel Silva; Dwight Pezzarossi e Eduardo Acevedo.

Nesta equipe, os destaques foram Gonzalo Romero e Martin Machón, que criaram boas jogadas e deram trabalho ao miolo da defesa brasileira, formado por Júnior Baiano, titular da Seleção na Copa do Mundo de 1998, e Edmilson, titular no Brasil campeão mundial em 2002.

Divulgação
Rivaldo foi bastante assediado por fãs na Guatemala (Crédito: Denilson Jamal/Divulgação)
Camanducaia e Léo Paulista completaram o placar, enquanto Dwight Pezzarossi marcou o gol de honra dos guatemaltecos. Bastante assediado, Rivaldo teve a sua melhor chance em cobrança de falta aos oito minutos do segundo tempo – só não marcou porque o goleiro salvadorenho Jules “El Trigrillo” Hernandez apareceu bem.

“Devo minha carreira no futebol a Deus e quero, sempre que for possível, ir a vários lugares do mundo para jogar e estar em contato com países e culturas diferentes. É minha maneira de agradecer por tudo que conquistei”, afirmou o camisa 10 da última Copa do Mundo conquistada pelo Brasil, em 2002.

Aos 41 anos, Rivaldo ainda avaliará suas condições físicas para saber se tem condições de jogar o Campeonato Paulista pelo Mogi Mirim, clube em que é um dos proprietários. Eleito o melhor jogador do mundo em eleição da Fifa em 1999 por suas atuações pelo Barcelona e pela Seleção Brasileira, o meia se destacou também com as camisas do Palmeiras e do La Coruña, da Espanha.

Na véspera da partida beneficente realizada no domingo, os atletas do "Joga Limpo Brasil Team" estiveram em um estádio da Cidade da Guatemala, capital do país, para participar de ações sociais com crianças de escolas municipais. Autoridades locais presentearam os brasileiros com artigos de artesanato.

Divulgação
Veteranos se juntaram para formar o "Joga Limpo Brasil Team" contra "Legendas da Guatemala" (Crédito: Denilson Jamal/Divulgação)

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade