Futebol/Mundial de Clubes - ( - Atualizado )

Corinthians celebra um ano de triunfo histórico no qual a amizade foi "tudo"

Marcos Guedes São Paulo (SP)

O Corinthians conseguiu há um ano o que o Atlético-MG espera fazer no próximo final de semana. E pintar o mundo de preto e branco, com um triunfo por 1 a 0 sobre o Chelsea, em Yokohama, foi algo obtido com as defesas de Cássio, a chegada de Paulinho, a cabeça de Guerrero e a amizade.

Recorde a conquista do Corinthians

Em 16 de dezembro de 2012, a histórica vitória foi celebrada com os jogadores em roda no centro do campo. Observados por quase 30 mil corintianos nas arquibancadas, eles cantaram a música “A Amizade É Tudo”, de Thiaguinho e Rodriguinho, momento lembrado na entrega do Troféu Mesa Redonda.

Agora ex-técnico do Corinthians, Tite foi chamado ao palco da premiação e viu um vídeo com momentos da campanha. Na sequência, ouviu o artista Péricles entoar a música adotada como hino pelos alvinegros no Japão, permitindo-se cantarolar timidamente trechos como “somos um só coração”.

Divulgação/Agência Corinthians
Alessandro realiza o sonho do grupo de amigos ao erguer a taça em Yokohama (foto: Daniel Augusto Jr.)
“É uma grata lembrança. Uma extraordinária lembrança!”, levantou o tom da voz. “Foi um grupo de pessoas especial em um momento especial de suas vidas. Fora a questão clubística, eram pessoas que gostavam do convívio entre elas”, comentou o emocionado gaúcho.

Coube a ele liderar os amigos que fechariam um ano perfeito derrubando Al Ahly e Chelsea no caminho para o troféu. “Quis o Papai do Céu: ‘Você vai estar com esse grupo nesse momento especial’. Vocês estão me quebrando as pernas me fazendo recordar isso tudo”, concluiu Tite.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade