Futebol/Campeonato Espanhol - ( - Atualizado )

Dani Alves cutuca C. Ronaldo e cobra Neymar a “assumir responsabilidades”

Barcelona (Espanha)

Daniel Alves não escondeu nada. Em entrevista publicada pelo jornal catalão Mundo Deportivo no início desta sexta-feira, o lateral direito da Seleção Brasileira alfinetou o craque português Cristiano Ronaldo, a quem criticou por não ter garantido classificação direta à Copa do Mundo de 2014, no Brasil, e até revelou as cobranças que faz ao seu companheiro de equipe e melhor amigo no Barcelona, Neymar.

“O contrataram (Neymar) para assumir responsabilidades. Hoje, ele é responsável pela Seleção Brasileira seja onde for, e, aqui no Barça, tem que começar a assumir responsabilidades. Eu falo com ele todo dia e é o que ele precisa. É o jogador que foi contratado para que nestes momentos faça a diferença. Desde que veio, o que mais tenho falado com ele é que foi contratado por algumas coisas e que não pode as perder, pois, se as perde, passará a ser um jogador normal”, declarou.

As revelações de Daniel Alves surgem exatamente no momento em que Neymar começa a ser criticado pela imprensa espanhola. Com a lesão de Messi, que ficará longe dos gramados até 2014, o brasileiro não vem conseguindo liderar o Barcelona a bons resultados na temporada. Na última semana, foram duas derrotas consecutivas, para Ajax, na Liga dos Campeões da Europa, e Athletic Bilbao, pelo Campeonato Espanhol. Após a partida contra os bascos, aliás, Neymar foi classificado como “patinador” pelos principais jornais do país, que destacaram as constantes quedas do atacante no escorregadio gramado do Novo San Mamés.

AFP
Companheiro de Neymar no Barça, Daniel Alves revelou que faz cobranças ao camisa 11 constantemente

O lateral direito do Barça ainda aproveitou para alfinetar o melhor jogador da principal equipe rival, o Real Madrid. Segundo Daniel Alves, Cristiano Ronaldo não merece ser congratulado com a Bola de Ouro da Fifa no início do ano que vem. Para o brasileiro, o atacante merengue não conquistou títulos importantes e sequer conseguiu liderar a seleção lusa à Copa do Mundo de 2014 de maneira direta. Precisou da repescagem diante da Suécia para conseguiu carimbar o passaporte ao Brasil.

“Eu tenho outras ideias. Para mim, quem deve ganhar é o melhor jogador do mundo fazendo gols e ajudando sua equipe a ganhar títulos. Não pode ganhar alguém que não venceu nada ou não marcou um gol decisivo. É uma opinião pessoal. Gols, Cristiano faz sempre, mas são importantes? Com todo o respeito à Suécia, são gols que fez na repescagem. Isso não pode ser importante, ou talvez eu veja o futebol de outra forma. Para mim, o mérito é se classificar de forma direta, não pela repescagem”, cutucou, antes de afirmar estar cansado do assunto por parecer campanha política.

Por fim, Daniel Alves mostrou-se incomodado com as críticas recebidas pelo Barcelona nos últimos tempos e negou que vá se transferir ao fim da próxima temporada. No último mercado europeu, por exemplo, ele teve o seu nome especulado no Mônaco, da França. “Eu vivo o presente. Para mim, é uma alegria que haja grandes equipes interessadas em mim, é sinal de que faço bem meu trabalho. Mas a verdade é que estou bem aqui. Eu sou partidário de que o que se assina tem que cumprir, sempre que as duas partes estão de acordo. É como uma relação de casal. Se não há boa relação, tem que se separar. Hoje, me consta que as duas partes estão felizes”, encerrou.

AFP
No clima da rivalidade entre Barça e Real, Dani Alves disse que não votaria em Cristiano Ronaldo na Bola de Ouro

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade