Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Desfalcada no ataque, Chape espera reforços até o fim da semana

Chapecó (SC)

O maior artilheiro da história da Série B do Campeonato Brasileiro em uma única edição, Bruno Rangel, deu adeus à Chapecoense após o último jogo da equipe na competição. Ele vai atuar no futebol chinês. Além dele, a diretoria perdeu outros dois atacantes: Caion e Potita, além de dois meias: Athos e Danilinho.

Assim, um dos pontos fortes da equipe na campanha do acesso à elite do futebol nacional, pode se tornar um grande problema. Para evitar que isto ocorra, a diretoria corre atrás de reforços.

“Estamos adiantados em algumas conversas com jogadores, o que nos ajuda já que o mercado está em ebulição no momento. Mas, como já disse uma vez, queremos atletas comprometidos, não nomes famosos. Conversamos com jogadores da Série A, da B e até alguns muito promissores da C”, ponderou o diretor de futebol, Mauro Stumpf.

A expectativa dos dirigentes do Verdão do Oeste é de que os primeiros reforços cheguem até o final desta semana.

“Temos as esperanças. Estamos bem avançados em algumas conversas e esperamos divulgar uns dois, ou até três nomes até sexta-feira”, completou o diretor.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade