Futebol/Bastidores - ( )

"Desvalorizado", Rodrigo não garante a permanência no Goiás

Goiânia (GO)

Vencedor da Bola de Prata na posição de zagueiro, ao lado do cruzeirense Dedé, o experiente Rodrigo não garantiu a sua permanência no Goiás para a temporada de 2014. O defensor expressou desânimo com a diretoria esmeraldina, afirmando que se sentiu desvalorizado pela proposta de prorrogação de vínculo recebida. Além do mais, uma proposta vantajosa do Dínamo de Kiev-UCR o afastaria ainda mais do clube goiano no próximo ano.

“Recebi uma boa proposta do Dínamo de Kiev, muito interessante para mim profissionalmente, de dois anos de contrato. A diretoria do Goiás me ofereceu apenas mais um ano de prorrogação, com praticamente o mesmo salário que eu recebo hoje. Pela boa temporada que venho fazendo junto ao time, me senti desvalorizado pela direção”, declarou o zagueiro.

Informado da posição do defensor, o diretor de futebol alviverde, Marcelo Segurado, foi enfático: “Quanto ao Rodrigo, já temos uma noção. O jogador pediu acima do que podemos pagar”, expôs.

As divergências de Rodrigo com a diretoria goiana não tem início neste mês. Em agosto, o zagueiro informou os mandatários esmeraldinos sobre o interesse dos ucranianos e rapidamente recebeu uma prorrogação contratual. Porém, o defensor recusou, manifestando o interesse do vínculo por dois anos. Na ocasião, o jogador só não deixou o Goiás por causa da “janela” de transferências, que se encerrou antes do acordo ser consolidado.

Junto com o zagueiro, é esperado que o Goiás perca o centroavante Walter e os meias Eduardo Sasha e Renan Oliveira, que retornam de empréstimo para Internacional e Atlético-MG, respectivamente. Também trilha o caminho colorado o zagueiro Ernando. Com as saídas já acertadas, se encontram o volante Dudu Cearense, o meia Hugo e o centroavante Júnior Viçosa.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade