Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Diretor do Oeste expõe importância de Fluminense e Vasco na Série B

Itápolis (SP)

Após terminar o Campeonato Brasileiro da Série B no 15º posto, com 46 pontos somados, o Oeste conquistou seu grande objetivo para a temporada: a permanência na segunda divisão nacional. Em 2014, a equipe de Itápolis, cidade distante 360 quilômetros da capital paulista, terá pela frente o Fluminense e o Vasco, equipes rebaixadas na última edição da elite brasileira. Tal situação foi comemorada pelo diretor de futebol do clube, Mauro Guerra. Na visão do mandatário, a presença destas equipes será responsável por valorizar a competição, trazendo mais visibilidade aos jogos disputados.

“A queda de Vasco e Fluminense nos traz os dois lados da moeda. São equipes muito fortes e vai nos impor dificuldades. Mas o torneio ganha uma valorização, visibilidade. Fatalmente, estaremos antenados para explorar isso a nosso favor”, ressaltou, em entrevista à TV TEM.

Adiante, Guerra fez questão de expor que a experiência adquirida neste ano, o primeiro do Rubrão na Série B, serve de lição para uma melhor campanha na próxima temporada: “Nos livramos do rebaixamento com duas rodadas de antecedência. Temos uma cidade de porte pequeno e um orçamento pequeno. Além disso, há a dificuldade na logística, já que a gente pega voo em São Paulo, a 360 quilômetros daqui. Diante disso, logo no primeiro ano, fizemos uma boa participação. Para o ano que vem devemos entrar mais ajustados para, quem sabe, buscar o acesso, mesmo enfrentando clubes de capitais”, completou.

O próximo compromisso do Oeste será no dia 19 de janeiro, em Itápolis, diante do Penapolense, no estádio dos Amaros, válido pela rodada inaugural do Campeonato Paulista. O Rubrão está no Grupo D, ao lado de Bragantino, Mogi Mirim, Palmeiras e Rio Claro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade