Futebol/Bastidores - ( )

Eurico vislumbra presidência do Vasco: “Se resolver, eu volto”

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

O ex-presidente cruz-maltino Eurico Miranda está cada vez mais convencido de que disputará a próxima eleição pelo cargo máximo do Vasco, em 2014. Em meio a diversas críticas à atual gestão do clube, o conselheiro não vê chance de perder o pleito se realmente decidir disputá-lo.

“Se resolver, eu volto ao Vasco. Só retornarei se o clube precisar mesmo de mim e, pelo que estou vendo, é capaz que precise. Estou chegando a uma idade para cuidar dos meus sete netos, mas tenho sangue na guelra e, quando vejo certas coisas, sou obrigado a falar”, comentou.

Eurico Miranda, de 69 anos, foi presidente do Vasco entre 2000 e 2008, quando seu opositor Roberto Dinamite venceu a eleição e permanece até hoje. Mesmo assim, o ex-mandatário alega que em momento algum se afastou da política do clube.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Eurico Miranda faz críticas à atual gestão e afirma que nunca se afastou da política do clube
“Eu nunca saí. Agora, talvez eu seja obrigado a voltar (à presidência)”, comentou o dirigente, demonstrando muita vontade de confirmar logo sua candidatura. Enquanto não oficializa sua chapa, Eurico Miranda lamenta a briga do clube contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

“A esperança é a última que morre. Mas, se isso acontecer (queda), a responsabilidade é clara daqueles que conduziram para isso”, afirmou o ex-presidente, que completou. “Esse é o fruto da incompetência, da negligência, da incapacidade... Qualquer adjetivo negativo resume o que fizeram com o Vasco”, encerrou.

O time do Rio de Janeiro é o 17º colocado no Brasileirão e não depende das próprias forças para fugir da degola, já que precisa vencer o Atlético-PR e ainda torcer pelo tropeço de um concorrente direto.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade