Futebol/Copa São Paulo de Juniores - ( )

Fã de Arsene Wenger, Giacomini preza por jogo ofensivo no Palmeiras Sub-20

Bruno Landi, especial para a GE.net São Paulo (SP)

Infiltração, posse de bola e futebol moderno. Tais termos são constantemente ouvidos a partir de declarações de treinadores dos principais clubes da Europa. Na última sexta-feira, foram ditos por Diogo Giacomini, técnico da equipe sub-19 do Palmeiras, que disputará a Copa São Paulo de Futebol Junior a partir do dia 4 de janeiro. Após comandar um exaustivo treinamento focado no trabalho técnico dos jovens jogadores no CT da Barra Funda, o comandante alviverde revelou ser um admirador do futebol praticado no Velho Continente e fã do treinador do Arsenal, o francês Arsene Wenger.

“Eu me inspiro muito no futebol moderno. No que o jogo pede atualmente. Eu gosto muito de assistir às partidas dos campeonatos europeus, e admiro, particularmente, o Arsene Wenger, treinador do Arsenal. Ele trabalha com muitos jogadores jovens e, independente dos resultados, busca sempre o futebol ofensivo, de infiltração, posse de bola. Para nós, das categorias de base, isto tem que ser visto como exemplo”, disse Giacomini, que, no último mês, comandou o Verdão ao vice-campeonato brasileiro Sub-20, mesmo com time formado somente por jogadores abaixo dos 19 anos.

“A gente chega fortalecido à Copa São Paulo, buscando fazer um campeonato no qual consigamos jogar bem as partidas, apresentar bons valores, mostrar um time que atue com a posse de bola e que apresente um jogo ofensivo. Este é o caminho que seguiremos para tentar alcançar uma outra final”, acrescentou o treinador que, novamente, mostrou ser um admirador do futebol bem jogado.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Dedicado, o técnico do Palmeiras sub-20, Diogo Giacomini, quer ver o seu time jogando bonito na Copinha

O time de seu ídolo, Arsene Wenger, aliás, segue à risca o estilo de jogo por ele idealizado. No Arsenal, os jogadores se movimentam a todo o instante, trocam de posições constantemente e prezam pela manutenção da posse de bola. Não à toa, os Gunners ocupam a parte de cima da tabela do Campeonato Inglês, com um futebol que vem enchendo os olhos da Europa. Tudo isto, com uma equipe cuja média de idade é inferior aos 24 anos.

Para Diogo Giacomini, mais do que o título, o Palmeiras deve buscar, a partir do próximo dia 4 de janeiro, na disputa da Copa São Paulo de Futebol Junior, apresentar um futebol agradável e que atraia a atenção dos torcedores alviverdes. “Logicamente, queremos conquistar a Copinha para coroar o nosso trabalho, mas o nosso principal objetivo é formar jogadores que proponham o futebol ofensivo, que saibam jogar com a bola no pé, infiltrem bastante entre as linhas adversárias e façam o jogo progredir”, decretou.

O Verdão está no Grupo H da Copa São Paulo de Futebol Júnior, sediado em São Carlos, interior de São Paulo. A equipe da capital enfrenta Fluminense de Feira (BA), Piauí EC (PI) e São Carlos (SP) na primeira fase do torneio, e estreia no dia 4 de janeiro, às 19 horas (de Brasília), diante do time baiano. Nas 43 edições já disputadas da Copinha, o Palmeiras nunca se sagrou campeão. Foi vice em 1970 e 2003, e tentará, em 2014, encerrar a sina de ser o único grande paulista a nunca ter erguido a taça.

AFP
Técnico do Arsenal há 18 anos, o francês Arsene Wenger inspira o comandante do Palmeiras na Copa São Paulo

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade